15 de abril de 2016

Opinião Young-Adult: "Garota Online" de Zoe Sugg



Este livro foi escolhido principalmente pelo seu número reduzido de páginas e por ser YA. Não estava propriamente numa daquelas "ressacas literárias", mas os últimos livros tinham sido difíceis de acabar, por isso o que queria mesmo era um livro leve, engraçado e que se lesse de uma assentada. E foi o que aconteceu.
Apesar de ser recheado de temas diferentes, todos eles são muito leves:
Temos o bullying em que Megan tem o papel de rapariga popular, mas que é má como as cobras e que se aproveita de Penny apesar de supostamente ser a sua melhor amiga.
Temos também a dualidade de pais ocupados sem e com tempo para os filhos, em que a escritora descreve muito bem que apesar de terem muito trabalho os filhos têm sempre lugar.
As consequências da internet são o tema principal, porque tudo começa com o blog de Penny em que esta, mesmo anonimamente e com alcunhas não consegue passar despercebida. Aqui eu só projectava a situação dela cá para Portugal, e com tanto blog não me parece que o dela com aqueles posts fosse ter assim tantos seguidores. Mas bem que posso estar enganada.
A questão da não aceitação da sexualidade, ou escolha desta, da parte dos pais para os filhos também é abrangida, tal como os ataques de pânico provocados por acidentes. Outros temas como a fotografia e a música ficaram mais em segundo plano.
Depois claro que temos o romance entre Penny e Noah. Não vou dizer que achei que foi assim um amor daqueles cheios de fogo de artificio, mas acho que gostei dele mesmo por toda a inocência e castidade. O casal tem cenas amorosas o que está em relação com toda a história.
O humor também está presente, principalmente no inicio e na relação entre Penny e o seu melhor amigo. Foi de rir páginas seguidas.
Quando li a sinopse pensei mesmo que o segredo que Noah tinha era o facto de ser um dos leitores do blog de Penny e que supostamente se tinha apaixonado por ela como leitora. Afinal, o plot não tem nada haver... Passei mesmo ao lado.
O final foi muito incompleto, porque não percebi muito bem como é que eles conseguiram resolver a questão da distância. Falha algo significativa da parte de Zoe Sugg.
É portanto um romance simples, com temas já conhecidos mas que ganha pela sua diversidade. O romance está presente desde o inicio, mas não ganhou grande destaque. Talvez mais para o final. Temos tudo o que temos direito num livro deste género, maus da fita, bons da fita, e ainda um pouco de ingredientes familiares.

Com o nickname Garota Online, Penny escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida. Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum. De repente, ela percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anónima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!

Hoje fazemos 5 aninhos!

Bem vindas e bem vindos a mais um aniversário aqui do nosso cantinho, mais doce da blogosfera. Pois é, hoje comemoramos mais um ano...