7 de fevereiro de 2016

Opinião Histórica: "A Prometida do Capitão" de Tessa Dare



A Prometida do Capitão foi um romance muito morno. Tem alguns altos, mas de resto é algo que se mantém numa linha constante, na minha opinião.
A parte sexual, indo já directa ao assunto, foi adiada demasiado tempo, havendo muitas promessas mas nada de especial feito. Mas pelo menos quando aconteceu até achei que foi algo realista em termos de sentimentos de ambas as partes.
Confesso que não me lembro bem dos romances anteriores desta colecção, mas sei que não tiveram grande impacto (deve ser por isso que não me lembro deles). Apesar disto, eu adoro romances históricos e por muito maus que eles sejam, no fim gosto deles à mesma e nunca me arrependo de os ler.
Gostei da relação do Capitão MacKenzie com os seus soldados. Adorei cada história deles e senti bastante empatia por Grant. Ele também foi a minha pessoa preferida.
O humor também está presente, principalmente quando este pequeno grupo chega e se instala. E tive pena que a autora não os referisse e incluísse mais, mas percebo que estaria a fugir do tópico principal - o nenhum namoro, quase noivado e por fim casamento de Maddie e Logan. Esta sim foi uma relação difícil, mas que felizmente acabou num final feliz. Vá, não estou a fazer spoiler, toda a gente sabe que vai acabar bem, o segredo é como é que isso acontece.
Gostei das descrições das toillettes, mas gostava que os bailes, mesmo com o problema de Maddie, tivesse sido descritos ou relatados por mais tempo, com mais pormenores. Assim toda a história acaba por se passar no castelo de Maddie.
O mesmo sinto em relação às visitas de Maddie e Logan aos habitantes locais. Adorei a primeira, e única, visita e a cena da fogueira.
Estas pequenas cenas acabam por enriquecer toda a história, mas continuo a achar que foram mal desenvolvidas e por isso acabam por ser esquecidas à medida que vamos lendo o livro.
O que fica é a luta, e bem, de Maddie pela sua arte e profissão, é a luta de Logan pelos seus sentimentos - e aqui dou os parabéns, porque Tessa Dare conseguiu enganar-me a mim e a Maddie em relação ao alfinete.
Adorei a tia de Maddie e as suas revelações. Sou sincera, no inicio e no meio do livro não dei grande importância a esta personagem, mas o final acaba também por nos surpreender e a dar-lhe toda a relevância que não lhe foi dada no resto da obra.
Mas também eu estou a fugir ao tema principal deste terceiro volume. Aqui a história é sobre as cartas de Maddie que inventam um capitão, capitão esse que passados anos, e já quando ela está bem instalada, lhe aparece à frente em carne e osso. Ora aqui está algo original e que não lemos todos os dias. No inicio pensei que ele fosse um charlatão, mas a autora vai mostrando aos poucos e poucos que este sonho e mentira de Maddie se tornou verdadeiramente em realidade na forma de um highlander de kilt e tudo a que tem direito cheio de sentimentos e um longo passado.
Tenho pena de não dar melhor classificação, mas como diz o Goodreads: It was ok. Esta saga não chega para grandes classificações, mas sem dúvida que vou continuar a seguir esta autora com as suas aventuras muito originais.

Maddie é bonita e talentosa, pelo que todos esperam que ela se case em breve. Mas Maddie é muito tímida em relação aos homens, além de ter um medo terrível de espaços públicos e multidões. Para se livrar de ter de ir a festas e ser cortejada, ela inventa um noivo imaginário: um capitão escocês de nome MacKenzie, muito apaixonado e dedicado, a quem escreve cartas onde revela os seus mais íntimos desejos e anseios. Aproveitando as prolongadas ausências do capitão, que vive convenientemente longe por causa da guerra, Maddie vai conseguindo escapar à pressão de se apresentar à sociedade. Anos depois, porém, o inimaginável acontece: o capitão, produto da sua imaginação, aparece-lhe em carne e osso. Este capitão Logan MacKenzie é um soldado atraente, mas rude e selvagem. E o pior de tudo é que tem na sua posse as cartas de Maddie, aquelas que ela escreveu ao seu noivo fictício, e que contêm segredos inconfessáveis. Agora, o capitão pretende fazê-la cumprir todas as promessas que ela lhe fez e que nunca esperou ter de concretizar…

9 comentários:

  1. oh que pena não teres gostado mais :(
    eu li este há uns dias e gostei bastante :)

    beijinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar não estava para aí virada, mas acho que os dois anteriores também não me deslumbraram assim tanto.

      Eliminar
  2. Eu acabei de o ler agora....
    E realmente concordo, é mais do mesmo dos outros dois romances da Tessa Dare...
    Mas gostei da história e achei-a original!

    ResponderEliminar
  3. termnei de ler, muito bom, mesmo, deveria ter um final mais trabalhado

    ResponderEliminar
  4. Eu gostaria de ler mas nao achei em pdf...se voçês esticerem enviem para mim por favor.

    ResponderEliminar
  5. Estou tentando comprar o livro e não estou conseguindo. Alguém sabe alguma loja e site que eu possa comprar ?

    ResponderEliminar
  6. eu amaria ler o livro só que não ache em pdf e nem aonde comprar ele se alguém souber onde eu posso conseguir.abg

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!

Hoje fazemos 5 aninhos!

Bem vindas e bem vindos a mais um aniversário aqui do nosso cantinho, mais doce da blogosfera. Pois é, hoje comemoramos mais um ano...