30 de setembro de 2015

Primeiras Impressões: "The Savages" de Matt Whyman



Por aqui a Mafi já anda a preparar as leituras de Halloween, e o "The Savages" será certamente uma delas!

Apenas sei de duas coisas sobre este livro: fala sobre uma família de canibais! E a adolescente da família está apaixonada... por um rapaz vegetariano!  Não é fantástico? Para mim sim, que nunca li nada assim portanto estou muito curiosa com este livro. Já estou a salivar :D

A capa é assim qualquer coisa de brutal! Já tem continuação, se gostar deste não hesitarei em comprar o segundo! 

They'd love to have you for dinner . . .
Sasha Savage is in love with Jack - a handsome, charming ... vegetarian. Which wouldn't be a problem if it weren't for the fact that Sasha's family are very much 'carnivorous'. Behind the family facade all is not as it seems. Sasha's father rules his clan with an iron fist and her mother's culinary skills are getting more adventurous by the day. When a too-curious private detective starts to dig for truths, the tight-knit family starts to unravel - as does their sinister taste in human beings 

29 de setembro de 2015

Primeiras Impressões: "Momentos Mágicos" de Nora Roberts




Gosto da capa, mas a temática da magia não me puxa propriamente.
Para Ryan Swan, a quem a vida tinha ensinado que só podia confiar em si mesma, Pierce Atkins era o último homem a quem devia confiar o coração. Contudo, perante a presença cativante de Pierce, todas as suas defesas pareciam desvanecer-se como por artes mágicas. A Pierce Atkins, obcecado com fugir do seu passado, não lhe custava escapar do interior de uma caixa forte diante de milhões de espectadores. Mas, estaria disposto a continuar a fugir toda a vida? Ou devia escutar o seu coração e assinar o contrato de casamento que Ryan lhe oferecia?

Doce do Momento: "Não Quero Amar-te" de Maya Banks



4º e último.
Aquela gravidez poderia uni-los? Só uma noite? Sim, claro. Pippa Laingley devia ter adivinhado que não seria bem assim. Quando uma noite de paixão com Cameron Hollingsworth terminou numa gravidez não desejada, Pippa viu-se num beco sem saída. Sabia que o enigmático empresário tinha construído uma fortaleza à volta do seu coração. Tinha perdido a sua família num trágico acidente e agora Cam temia abrir-se de novo. Cam sabia que ia sofrer tanto se deixasse Pippa entrar na sua vida como se a afastasse oferecendo-lhe apenas apoio económico. De qualquer modo, estava condenado… a menos que conseguisse amar outra vez.

Compilações: Trilogia Anna e o beijo francês de Stephanie Perkins





Anna e o Beijo Francês by Stephanie PerkinsFoi há 3 anos que li pela primeira vez o livro "Anna e o beijo francês" na altura ainda não editado por terras portuguesas. Lembro-me que li-o num pdf manhoso no computador e que tinha gostado mas a verdade é que não tinha captado grande coisa da estória, talvez por ter lido num computador enquanto fazia outras coisas. Fiquei contente com o lançamento do livro em português mas sempre suspeitei que a trilogia dificilmente seria toda publicada em português. Não me enganei, visto que não irá sair mais nenhum. Sendo assim restava-me reler o primeiro livro e ler os restantes livros em inglês. A releitura fez-se em poucos dias e para minha surpresa não gostei tanto como estava à espera. Lembrava-me muito pouco do que tinha lido, portanto era quase como se tivesse a ler o livro pela primeira vez mas desta vez o livro não teve o mesmo impacto e o mesmo encanto que teve em 2012. Não sei se é por eu pensar cada vez mais no que leio mas achei a Anna de uma hipocrisia tremenda. E um pouco (só um pouquinho burrinha). Qualquer apaixonado por cinema (e não só) sabe que o cinema nasceu em França pelos irmãos Lumiére, e que França é um dos países da Europa que mais apoia o cinema...mas pronto a Anna que é apaixonada por cinema não sabia disso! Please --'
Depois toda aquela situação com o St. Clair e o Toph e a melhor amiga, fez da Anna uma das personagens mais falsas e sonsas que li nos últimos tempos. Ela não queria o Tolph mas a melhor amiga também não podia estar com ele, não queria o St. Clair porque tinha namorada e era imoral mas depois não parava de pensar nele e queria-o só para si. Achei-a um pouco infantil e muito imatura. 
Este livro acabou por-me desiludir mas mesmo assim decidi arriscar e ler os outros dois livros da trilogia.


Lola and the Boy Next Door (Anna and the French Kiss, #2)
Lola and the boy next door acabou por não ser tão mau quanto eu estava à espera. Acho que das três personagens femininas, a Lola foi a que mais gostei apesar de ser completamente chata e insuportável em várias passagens do livro. A autora soube explorar bem a relação dos gémeos, que como todos sabemos, irmãos gémeos têm sempre um elo especial e uma ligação sem igual. Foi bom ter esta visão do Cricket e da irmã, de como protegiam-se mutuamente, evitando com que o irmão gémeo tivesse desgostos e desilusões.
Até gostei da Lola, como disse às vezes era chata, mas gostei que a autora tivesse arriscado numa personagem completamente diferente da Anna, mais rebelde, mais segura de si. Achei todo o ambiente e a estória do livro muito mais realista do que em Anna e o Beijo francês. Foram pequenos apontamentos que foram dando vericidade ao livro, como o facto de a Lola ter namorado logo ao início do livro, ou ter pais gay. Confesso que adorei este detalhe, foi sem dúvida algo de novo e de fresco mas a autora podia ter arriscado um pouco mais e explorado a relação da Lola e os pais. Tivemos apenas um pequeno vislumbre e eu queria mais. Até porque este tipo de temas precisa de ser falado nos livros...e não só nos livros de não ficção. A ficção é o melhor exemplo que podemos ter da realidade.
Mesmo assim "Lola and the boy next door" não foi mal de todo e deu-me fôlego para o último livro da trilogia.


Isla and the Happily Ever After (Anna and the French Kiss, #3)
Alguns diziam que o terceiro livro era o mais fraco de todos, outros diziam que era o melhor. Sinceramente não achei nem o melhor ou pior, para mim está em pé de igualdade com os irmãos da trilogia.
Começando pelo que não gostei tanto. Do local onde decorre o livro. Nova Iorque é sempre uma cidade de sonho com múltiplas zonas para explorar. É a cidade que nunca dorme e gostava que a autora tivesse explorado mais a aura cosmopolita da cidade. Falando do casal principal, eu não tive nenhum problema com a Isla só a achava às vezes sonhadora e romântica de mais. A sua paixão platónica pelo Josh até foi divertida de se ler, se bem que também cheguei a revirar os olhos com tanto amor declarado pelo rapaz.
Mesmo assim tenho de dizer uma coisa, a autora conseguiu com três livros, criar três relações todas diferentes, nunca indo pela mesma fórmula. Só isto mostra a versatilidade de Perkins como escritora.
O Josh pareceu-me muito fofo e tal como aconteceu com os livros anteriores, também gostei mais da personagem masculina do que da feminina.
Adorei a introdução do tema do autismo, embora que tenha sido bastante subtil, foi pena a autora não ter explorado mais. Sei que me estou a repetir mas frustra-me imenso que a autora tenha todos os ingredientes certos para livros fantásticos e fique apenas pelos "preliminares", se é que me entendem!
Outro ponto que gostei mas soube a pouco foi a veia artística de Josh e acredito que este livro teria sido muito melhor se tivesse ilustrações/desenhos a acompanhar o texto. Sinceramente não sei como é que um livro pode focar-se tanto no mundo das artes, e o livro não ter uma ponta de arte gráfica no seu interior. A parte onde todas as personagens se encontram foi gira de se ler, talvez tivesse gostado mais se tivesse adorado os livros anteriores. Como não aconteceu, esta reunião passou-me ao lado.

Conclusão esta trilogia soube-me sempre a pouco, confesso que não consegui sentir-me encantada com nenhum dos livros, souberam-me a pouco. Para mim são apenas livros "OK" e sei que estou em minoria mas de consciência tranquila com isso! :)

Estes três livros foram lidos em formato digital no Cybook Muse Frontlight da Bookeen.



28 de setembro de 2015

A Sair do forno: "A escolha" de Kiera Cass




A rentrée literária 2015 está on-fire! 

A Marcador irá publicar em Outubro o 3º volume da série "A Seleção". Este ano já tinha saído o segundo livro em Maio. Espera-se que em 2016 a série fiquei finalizada por cá, terminando no mesmo ano em que acaba a série original (nada mau para quem começou a publicar 3 anos depois!) 

Sendo que o "A Escolha" era no original o último livro, embora a série se tenha prolongado, é neste livrinho que iremos saber com quem é que o príncipe Maxon irá casar! Já falta pouco para descobrirmos ;)

Chegou a altura de coroar a vencedora. Quando foi escolhida para competir na Seleção, America nunca imaginou chegar perto da coroa - ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que o fim da competição se aproxima e as ameaças fora dos muros do palácio se tornam mais cruéis, America descobre o quanto tem a perder - e o quanto terá de lutar pelo futuro que deseja.

No altar...a 7 de Outubro!

Continuação de:

A Sair do Forno: "Fala-me de um dia perfeito" de Jennifer Niven


26837000

O novo coqueluche da literatura YA também está a chegar a Portugal!

"All the Bright Places" já teve os seus direitos vendidos para Portugal, juntando-se aos 33 países que irão editar ou já editaram o livro.

O livro terá a sua publicação em Portugal em Outubro!

Violet Markey vive para o futuro e conta os dias que faltam para acabar a escola e poder fugir da cidade onde mora e da dor que a consome pela morte da irmã. Theodore Finch é o rapaz estranho da escola, obcecado com a própria morte, em sofrimento com uma depressão profunda. Uma lição de vida comovente sobre uma rapariga que aprende a viver graças a um rapaz que quer morrer. Uma história de amor redentora.

Perfeito a 7 de Outubro!

Nas Prateleiras: "Summer Days & Summer Nights" de Stephanie Perkins


25063781


Foi divulgada a capa de mais uma colectânea de contos editada por Stephanie Perkins, que sairá no verão de 2016. Esta antologia reúne 12 autores conhecidos (alguns mais do que outros) sendo que alguns já foram publicados em Portugal. Vejamos.
Stephanie Perkins - Anna e o Beijo francês
Leigh Badurgo - Luz e Sombra
Libba Bray - Uma grandiosa e terrível beleza/Anjos Rebeldes/Os Adivinhos
Lev Grossman - Os Mágicos
Veronica Roth - Trilogia Divergente/ Quatro

Por aqui quem gosta de ler este tipo de livros para conhecer novos autores? 

Primeiras Impressões: "Between the lines" de Jodi Picoult



Chegámos finalmente às aquisições de Setembro!
Já andava a tentar comprar este livrinho há imenso tempo mas quando o vi no Awesomebooks a 3.70€ não resisti! Confesso que - na altura - não era esta a capa nem a edição que queria mas quando o livro me chegou a casa, fiquei completamente apaixonada por ela! Embora na foto não se perceba, a moldura à volta do livro é em dourado, dando logo uma aura especial à capa. Por dentro o livro tem pequenos apontamentos ilustrados a preto e branco, que de certo ilustram o que vamos lendo. 
Com este livro, já são 5 os livros que tenho para ler da autora! Agora é esperar que saia o 2º livro "Off the page" nesta edição e com sorte, tentar encontrá-lo no Awesomebooks!

Delilah is a bit of a loner who prefers spending her time in the school library with her head in a book—one book in particular. Between the Lines may be a fairy tale, but it feels real. Prince Oliver is brave, adventurous, and loving. He really speaks to Delilah.
And then one day Oliver actually speaks to her. Turns out, Oliver is more than a one-dimensional storybook prince. He’s a restless teen who feels trapped by his literary existence and hates that his entire life is predetermined. He’s sure there’s more for him out there in the real world, and Delilah might just be his key to freedom.
A romantic and charming story, this companion novel to Off the Page will make every reader believe in the fantastical power of fairy tales. 

Doce do Momento: "O Beijo da Inocência" de Maya Banks



O segundo já estava lido, por isso saltamos e vamos à 3ª ronda.
Ashley, recém-casada com Devon Carter, desejava que sua paixão durasse.Mas seus sonhos de amor verdadeiro ficam destroçados ao descobrir que seu casamento era outro acordo de negócios de seu pai. Então, decidiu agir como a esposa perfeita e fazer com que Devon a amasse.Entretanto, ele sentia falta da borbulhante mulher que costumava ser sua esposa. Quem era essa Ashley com ares de mulher de sociedade? Encontraria a maneira de acender de novo a paixão em seu olhar… especialmente agora que ela estava grávida?

27 de setembro de 2015

Primeiras Impressões: "A Arte do Engano" de Nora Roberts




Se for parecido ao "Jogo de Mãos" da mesma autora, vou adorar este livrinho.
Supostamente, tinha ido até à mansão para descansar e para aprender as técnicas do seu pai, o famoso e excêntrico pintor Philip Fairchild. Mas, será que o atraente Adam Haines era o homem que fingia ser? Será que a respeitada escultora e aclamada artista Kirby Fairchild estava a apaixonar-se por um desconhecido que era muito mais experiente do que ela na arte do engano?
O que ambos acabaram por descobrir é que nada era o que aparentava ser na realidade que partilhavam na mansão Fairchild, e que teriam de aprender a confiar um no outro se quisessem superar as manobras de um antigo namorado, que poderiam levar o pai de Kirby à prisão.

Origens: "As cores da amizade" de Lisa Verge Higgins




Já há algum tempo que não mostrávamos uma origem da Porto Editora. Este livro já saiu há algum tempo mas vale a pena a sua leitura!


26 de setembro de 2015

Opinião Sobrenatural: "Significance" de Shelly Crane




Twilight, Twilight e Twilight por todo o lado. Só espero que tenham pago direitos de autor à Stephanie MeyerImprinting? Ao menos davam-lhe outro nome!
Esta é a típica história da coitadinha que a mãe a abandonou e o pai se culpou e a ela por isso. No inicio pensei mesmo que havia uma falta de originalidade de uma ponta a outra
No capitulo II a personagem principal mostrou-se tão dependente de Caleb que fiquei de pé atrás. Achei péssimo e não me pareceu que a culpa fosse do imprinting. Apesar disso gostei da parte em que ela toca pela primeira vez em Caleb, mas mesmo assim parecia ser mais do mesmo.
Acho que neste tipo de obras, devia haver um aviso de fanfic, porque se eu quisesse ler Twilight outra vez ia lê-lo, visto que tenho os livros da Stephanie MeyerShelly Crane acaba por pegar nas várias peças do original e misturá-la, eliminando a vertente vampírica (apesar de a referir) e substituindo-a por esta versão dos lobisomens. Não são lobisomens, mas têm o imprinting com os poderes dos vampiros - resumindo assim de repente.
Aqui a questão é que esta mistura até acaba com o tempo por se entranhar e acabamos por gostar. As descrições são bem feitas e os diálogos estão bem geridos, o que mesmo em inglês, muito fácil de traduzir e seguir, o que acaba por nos levar a ler este livro como quem vê um filme.
No final a minha reacção foi: "então já havia continuação e não me diziam nada? Agora quando a situação já aquecia é que enfiam o irmão, que é muito bem-vindo, e o desengraçado do Kyle?"
Já percebi que eliminaram, por enquanto, os maus da fita da outra família e que agora arranjaram o substituto da família Jackson. Sinceramente nunca lhe achei piada, principalmente agora que ele anda todo ressentido com o destino e o primo.
O que eu gosto mais desta obra, é o facto da autora não ter transformado Caleb num tótó emocional, como a Stephanie Meyer fez com o Edward. Caleb é compreensivo, mas ao mesmo tempo não aceita nem pensamentos nem atitudes menos próprias sobre a sua namorada. Dizendo isto, este vai ter muito trabalho com o próprio primo, que não esconde nem uma coisa nem outra.
Em relação a Bish, foi muito mau da parte da autora não o ter deixado tocar em Jane, porque de certeza que iria sair dali um imprinting maravilhoso!
Em jeito de conclusão, esta obra é daquele tipo que nos enerva no inicio pelas muitas parecenças que tem com outros que já lemos. Reviramos umas quantas vezes os olhos, mas quando a autora começa a desenvolver alguns pontos, a criá-los à sua maneira e a desenvolvê-los de forma a nos agarrar e ainda juntando a sua escrita fluída e o seu jeito para os diálogos, acaba por criar algo que compensa ler mesmo quando nos dá tantos déjà vus.
O próximo, por esta altura já vai a meio, e os restantes já estão na biblioteca do Kobo, o que só mostra o quanto eu gostei.

Maggie is a seventeen year old girl who's had a bad year. Her mom left, her dad is depressed, she's graduating, barely, and her boyfriend of almost three years dumped her for a college football scholarship. Lately she thinks life is all about hanging on by a thread and is gripping tight with everything she has.
Then she meets Caleb.

She saves his life and instantly knows there's something about him that's intriguing but she is supposed to be on her way to a date with his cousin. But things change when they touch, sparks ignite. Literally. They imprint with each other and she sees their future life together flash before her eyes. She learns that not only is she his soul mate, and can feel his heartbeat in her chest, but there is a whole other world of people with gifts and abilities that she never knew existed. She herself is experiencing supernatural changes unlike anything she's ever felt before and she needs the touch of his skin to survive. Now, not only has her dad come out of his depression to be a father again, and a pain as well, but Caleb's enemies know he's imprinted and are after Maggie to stop them both from gaining their abilities and take her from him. Can Caleb save her or will they be forced to live without each other after just finding one another?

Primeiras Impressões: "The Universe versus Alex Woods" de Gavin Extence



Já estamos quase em Outubro e ainda ando aqui a mostrar as minhas aquisições de Agosto!

Pronto, pelo menos esta é a última. Este livrinho foi mais uma aquisição no Awesomebooks com um valor a rondar os 3 euros e tal. 

Este livro é extremamente bem elogiado lá fora pelos brasileiros, pois já saiu no Brasil. Como não me parece que o mesmo aconteça por cá, lá fui eu comprar em inglês. Estava indecisa entre o hardcover e o paperback mas ambos eram exactamente ao mesmo preço e portanto acabei por trazer o livro em capa dura.

Não sei grande coisa sobre o livro, mas gosto muito do título e da capa. O livro veio em muito boas condições! 


Por dentro o hardcover é todo preto. 
Estou mais que satisfeita com esta compra, espero que o inglês seja acessível e que adore este livro!

25 de setembro de 2015

Doce do Momento: "Lembras-te de Mim" de Maya Banks



Vamos lá começar mais uma trilogia de Maya Banks.
Bryony Morgan apaixonou-se pelo milionário hoteleiro Rafael de Luca quando este a seduziu nas suas terras à beira-mar. E de repente Rafael desaparecera, obrigando-a a viajar para Nova Iorque em busca de respostas.
A amnésia seletiva que Rafael sofria desde o acidente de avião deixava-o perplexo. Como teria podido esquecer-se de uma beleza tão explosiva como Bryony? A única solução era regressar à ilha onde se tinham conhecido e reviver as inesquecíveis noites até conseguir recordar… tudo.

24 de setembro de 2015

Origem: "Antes de te esquecer" de Melissa Hill



Como por aqui as origens não têm data de validade, o livro apesar de ser de 2010 só agora figura aqui na rubrica! Esperemos que gostem!



23 de setembro de 2015

Ponto de situação: "Depois dos quinze" de Bruna Vieira



Ainda não li muito mas isso é porque como são crónicas não gosto e não consigo ler muitas seguidas se não parece-me tudo a mesma coisa.

Estou a gostar bastante da escrita da Bruna Vieira, é uma escrita muito madura para a tenra idade da escritora!
A autora sabe falar bem sobre o amor mas confesso que as minhas crónicas preferidas até agora foram aquelas que falou sobre a vida em geral. Revi-me e adorei lê-las. Espero que o resto do livro continue sempre a melhorar. Não leio muita não-ficção mas aconselho este livrinho!

22 de setembro de 2015

Doce do Momento: "Nunca te Apaixones por um Highlander" de Maya Banks




O segundo foi ainda melhor que o primeiro, por isso bora ao terceiro.
O coração jovem e rebelde de Caelen McCabe quase destruiu o seu clã. Chegou a hora de colocar a lealdade à família acima de tudo o resto e casar com a noiva abandonada pelo irmão mais velho, salvando assim a frágil aliança entre dois clãs. Mas embora a bela Rionna McDonald seja uma mulher perfeitamente aceitável para qualquer homem, a verdade é que Caelen não confia em mulher nenhuma, especialmente nesta doce sedutora que ele tanto deseja. Claro que Rionna é uma vítima nos jogos de poder do seu pai, mas ela está determinada a cumprir o seu dever, ao mesmo tempo que jura proteger o seu coração e o seu orgulho de qualquer humilhação. Mas, apesar de tudo, o calor do toque de Caelen faz com que as suas defesas derretam e ela deseja intensamente as delícias sensuais de um marido que guarda as suas emoções com a mesma ferocidade com que guarda o seu clã. Quando explode a derradeira guerra pelo legado McCabe, o verdadeiro espírito guerreiro de Rionna vem ao de cima. Ela irá arriscar a ira do seu pai, a fúria dos seus inimigos e a própria vida para provar a Caelen que o seu amor é demasiado precioso para se perder.

21 de setembro de 2015

Primeiras Impressões: "Bunheads" de Sophie Flack



Estou tão babada com este menino! Digam lá que não é lindo?
Pronto podem não gostar mas eu amo esta capa! É tão mas tão linda! 
Acho que é uma das capas mais bonitas da minha estante.
Tinha este livro na wish do Awesome Books há meses e ele continuava por lá...já que ninguém o queria, olhem trouxe eu para casa e que bem que fiz porque esta edição para além de ser linda, está praticamente como nova. 


O hardcover é todo preto com o título a rosa. Estou muito curiosa com este livro porque li opiniões de que retrata fielmente o mundo da dança! Se for parecido com o filme "Black Swan" tenho a certeza que vou adorar. 

Doce do Momento: "Sedução nas Highlands" de Maya Banks





O primeiro foi bom por isso vamos à segunda ronda.
Alaric McCabe, inteiramente leal ao seu irmão mais velho, lidera o seu clã na luta pelo que lhes pertence por nascimento. E está também preparado para se casar por dever. Mas, quando vai a caminho de pedir a mão de Rionna McDonald, filha de um chefe das terras as mais próximas, sofre uma emboscada e é deixado como morto. A sua vida é milagrosamente salva pelo toque suave de um anjo das Highlands, uma beldade corajosa que porá à prova a lealdade de Alaric para com o seu clã, a sua honra e os seus desejos mais íntimos. 
Keeley McDonald, uma pária do seu próprio clã, foi traída por aqueles que amava e em quem confiava. Quando o cavaleiro ferido cai do seu cavalo, ela sente-se atraída pelo seu corpo esbelto e forte. O brilho dos seus olhos verdes acende nela a chama da paixão, que os acompanhará até ao castelo de Alaric, onde o seu amor proibido os levará mais longe nos prazeres da carne. Mas à medida que a conspiração e o perigo se fecham à sua volta, Alaric vê-se obrigado a fazer uma escolha impossível: irá ele trair os seus laços familiares pela mulher que ama?

Origem: "Escrito nas Estrelas" de Bárbara Norton de Matos




Os autores portugueses também têm direito a figurar aqui neste espaço e esta capa do livro da Bárbara Norton de Matos é muito fofinha!



9512433

20 de setembro de 2015

Doce do Momento: "Na Cama com um Highlander" de Maya Banks





Highlanders é comigo, espero é que a Maya Banks se porte melhor.
Ewan, o mais velho dos irmãos McCabe, é um guerreiro decidido a destruir o seu inimigo. Agora que o momento é ideal para a guerra, os seus homens estão preparados e Ewan quer reaver aquilo que lhe pertence - até que uma tentação de olhos azuis e cabelo negro se atravessa no seu caminho. Mairin pode muito bem ser a salvação para o clã de Ewan, mas, para um homem que sonha com vingança, as questões do coração são um território desconhecido a conquistar. Mairin é filha ilegítima do rei e é senhora de propriedades valiosas que a obrigaram a esconder-se e a desconfiar do amor. Os seus piores receios acabam por acontecer quando é salva do perigo mas depois obrigada a casar com o seu salvador, Ewan McCabe, um homem carismático que está habituado a mandar. Mas a atracção que sente pelo seu novo marido fá-la desejar o seu toque; o seu corpo ganha vida com a mestria sensual dele. E à medida que a guerra se aproxima, as forças, o espírito e a paixão de Mairin obrigam Ewan a derrotar os seus próprios fantasmas e a entregar-se a um amor que significa mais do que a vingança e a terra.

19 de setembro de 2015

Pilha Cerebral: "Arco-íris do Rei"




Por aqui não lemos muito terror (ok não lemos de todo!) mas as nossas leitoras sim e com o aproximar do Halloween nada melhor do que começarmos com o Rei do Terror: Stephen King!

Eu acho estas edições m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a-s! Só não gosto é daquele da ponta que é maior que os irmãos!

Obrigada Carla hug hard kiss 

18 de setembro de 2015

17 de setembro de 2015

A Sair do forno: "Perto do paraíso" de Judith McNaught



É já em Outubro que fica concluída a série de Judith McNaught!
Lady Elizabeth Cameron, condessa de Havenhurst, tem apenas 17 anos quando conhece Ian Thornton, um enigmático homem de linhagem misteriosa e reputação sombria. Numa época em que a alta sociedade adora escândalos e valoriza títulos e dinheiro acima de tudo, Elizabeth e Ian cometem o erro de se apaixonarem.
Ian não sabe que a jovem pertence à nobreza e pede-a singelamente em casamento. Um momento de intimidade que é testemunhado por Robert, irmão de Elizabeth. Desdenhoso, Robert revela que a irmã já está prometida a outro homem, um aristocrata, como manda a tradição. Ian fica destroçado perante a ideia de ter sido um mero objeto para a sua amada. Também Elizabeth se sente traída, ao pensar que ele não passa, afinal, de um caçador de fortunas. Mas a sua reputação já está irremediavelmente manchada.
Dois anos passam e os amantes voltam a encontrar-se. E mesmo após tanto tempo e tanta mágoa, os seus sentimentos revelam ser tão fortes como antes. Esta que promete ser uma segunda oportunidade para ambos será também o começo de uma dança de paixão e intriga, um caminho tortuoso desde os salões elegantes de Londres à beleza agreste das Terras Altas da Escócia… Um turbulento romance entre duas pessoas destinadas a ficar juntas, numa época em que o casamento nada tem a ver com amor.

Sai dia 20 de Outubro

Continuação de:
 

A Sair do Forno: "Casamento de Conveniência" de Jennifer Probst

26762800


Jennifer Probst, autora de várias séries, chegará a Portugal! Em contacto com a autora, a própria confirmou que a Leya comprou os direitos da série "Marriage to a Billionaire" que conta actualmente com 4 livros editados e uma noveleta. O seu laçamento está marcado para 27 de Outubro

Ele tem de casar para assumir a direção da empresa, ela precisa de dinheiro para salvar a casa. Assim, fazem um acordo com um desenlace inesperado.
O bilionário Nick Ryan não acredita no casamento e considera que o amor eterno é coisa de contos de fadas. As suas ações sempre se regeram pela lógica e pela razão. Como agora precisa de se casar para adquirir o controlo da sua empresa, estabelece um pacto com regras básicas: não se apaixonar, evitar qualquer envolvimento emocional e manter uma relação puramente formal.
Alexa, a melhor amiga da sua irmã, é o tipo de rapariga impulsiva e idealista capaz de lançar um feitiço para conseguir um homem. Mas também faria tudo pelos pais e agora eles precisam de dinheiro para pagar a hipoteca da casa da família. Assim, ambos chegam a acordo. Não deve ser assim tão difícil cumprir os requisitos de um casamento de conveniência que só tem de durar um ano, certo? Mas uma série de mal-entendidos, o aparecimento de coisas do passado, o destino e paixão vão intervir para desbaratar os planos de Nick e Alexa.


Conveniente dia 27 de Outubro!