31 de outubro de 2013

Na Fila... Novembro

Com os dedos cruzados e de olhos fechados, aqui as meninas do Algodão Doce rezam para que Novembro seja abençoado e que nos proporcione melhores condições de leitura.

Mafi:



Ne:


Agridoce... Outubro

Ai que Outubro não nos ajudou em nada nas leituras.

Vamos lá ver as leituras mais amargas e mais doces deste mês tão ocupado...


Mafi: Foi uma releitura assim na diagonal e mesmo assim conseguiu ANJO MECÂNICO ser melhor, ou seja MAIS DOCE  que todos os outros do mês!Em breve opinião da trilogia completa!

Ne: Segundo o Goodreads este foi o livro com mais estrelinhas e como eu não gosto de o contradizer... eheh cá fica. O MAIS DOCE de Outubro foi um dos últimos livros da Nora Roberts editado pela Harlequin - Última Paragem.



Mafi: O mais AMARGO de todos os amargos deste mês (foram muitos!) foi este erótico espanhol - Pede-me o que quiseres mas se têm curiosidade em lê-lo é ficarem atentas ao blog nos próximos dias. ahah.

Ne: Não foi amargo, mas digamos que foi menos doce que o MAIS DOCE. Infelizmente tenho que escolher entre Cast e Lisa Kleypas. Sorry Lisa!!! O MAIS AMARGO foi então o livro Um Estranho nos meus Braços.

Opinião Erótica: "Frutos Proibidos" de Sylvia Day


Sylvia Day depois de se ter estreado em terras lusas com a sua série mais famosa, apresenta-se agora numa editora diferente e num estilo divergente da sua linha erótica. Já li os três volumes que compõem a série Crossfire e digo já que não leio mais nenhum, a autora perdeu-se completamente com a série. Mas, embora não queira ler mais nada de uma trilogia não implica que não leia mais nada da autora e foi com agrado que comecei esta leitura. O livro no seu original já foi publicado há uns anos, até porque ao contrário do que muitos pensam, Sylvia Day já tem uma carreira de anos com um sucesso razoável tendo apenas, só agora, conquistado um patamar mais elevado e uma enorme legião de fãs.

"Frutos Proibidos" apresenta-nos um novo mundo. Fugimos da era contemporânea e entramos no mundo sobrenatural dos Sonhadores e Guardiãos. A premissa do livro até é bastante interessante e o conceito de toda a estória interessou-me desde logo. Já há algum tempo que não lia nada nesta vertente de romance sobrenatural adulto e estava à espera de ficar deslumbrada com este cunho de Day.

Frutos Proibidos (Dream Guardians, #1)Não fiquei. Infelizmente o livro não foi aquilo que eu esperava. Não quer dizer que é um livro mau porque não é. Toda a base do livro, de haver dois mundos paralelos, em que os guardiãos (imortais) protegem os sonhadores (humanos) de terem pesadelos. Lysa é uma dessas mulheres, que desde jovem que tem dificuldades em dormir e por isso a sua saúde não é das melhores. Aiden é encarregado de entrar nos seus sonhos e trazer-lhes alguma paz. Estes não se apoderam dos sonhos quando já estamos em um sono profundo mas quando estamos entre o limiar do acordar e adormecer. É desta forma que começa o romance de Aiden e Lysa, repleto de sexo e muita paixão, isto tudo nos sonhso de Lysa, até esta acordar e lembrar-se muito vagamente do que aconteceu, assim como todos nos lembramos, apenas às vezes, dos nossos sonhos.

Claro que o romance teria de ser posto em perigo por alguma razão e aqui o mal luta contra o bem na procura de uma Chave, o elemento que irá acabar com a guerra travada pelos Nightmares e pelos Dreamers. A Chave é nada mais nada menos que uma pessoa (e com isto já devem ter percebido quem é) que tem um poder, que só é revelado a poucas páginas do fim

Apesar da originalidade da história, acho que a autora perdeu o rumo da estória e tudo começou a parecer sem nexo. O world-building precisava de ser muito mais desenvolvido antes de apresentar a personagem principal a Lysa. Sabemos que há um uma guerra por trás da busca pela Chave, em que uns consideram que é um mito, algo que não existe mas não sabemos as origens dessa Chave, o propósito que ela tem, aliás só o ficamos a saber no fim e para mim não foi a melhor opção no enredo. Ainda relacionado com o mistério da Chave, foi tudo muito previsível descobrir a indentidade de quem a possui e a partir daí todo este contexto é posto em segundo plano pelo romance entre os dois protagonistas. Também é notório a pouca explicação de como se faz a passagem de um mundo para o outro, fiquei muito confusa de como o Aiden movia-se entre um e outro e houve várias vezes que esta passagem não foi clara.

Fiquei bastante surpreendida pela falta de química entre o casal. Normalmente e pelos 3 livros que já li da autora, ela sabe (e bem!) descrever uma relação e todos os sentimentos inerentes mas achei o Aiden e Lysa muito sem sal! Toda a paixão que a autora falava não conseguiu captar o meu interesse pelos dois. Como personagens singulares, gostei bastante de ambos. Sinceramente fiquei feliz porque tenho aqui a prova como a autora consegue criar personagens adultas sem parecerem típicos adolescentes com as hormonas aos saltos, como é o caso do Gideon e da Eva (série Crossfire). Achei-os muito maturos e gostei bastante de a autora ter inserido o tema de as dificuldades em dormir, algo que sofri há uns tempos atrás e sinceramente é algo que não desejo a ninguém. Quando ao Aiden, é um pouco como todos os protagonistas masculinos de romance sobrenatural, luta pelo bem e ama a sua amada. O que mais poderíamos pedir?!

Quanto às cenas de sexo, Day é mestre neste tipo de cenas e não me choquei em nada, apenas achei que eram um bocado longas e constantes, por mim seriam em menor número, deixando espaço para outro tipo de temas, que como referi acima, pecaram por não terem sido explorados.

O que me leva a ficar bastante indecisa quanto a esta leitura é que, apesar de ter os seus pontos fracos, é o início de uma série e como tal tem bastante margem para crescer e responder às lacunas que apontei. Não sei se irei continuar a acompanhar a série, ou pelo menos na edição portuguesa, desculpem-me mas 18€ por este livro é um roubo! Não foi um livro que me encantasse mas tenho esperança que a autora tome um rumo mais virado para a acção e deixe o romance um pouco de lado.

Quanto à tradução, enfim a SDE já nos habituou ao pior portanto esta até escapa mas algumas palavras não foram correctamente utilizadas, ainda pode melhorar.


Pleasures of the Night (Dream Guardians, #1)Título Original: Pleasures of the Night
Edição: Novembro 2013
ISBN: 9789897100758

Outros livros da autora:
Rendida (Crossfire, #1)Refletida
                                               Opinião                   Opinião                 Opinião

Blogulosas II #16: Sónia


Chegou a vez das respostas da Sónia/Titinha! :D 

ADPOC: Como gostas que te chamem?
Sónia: Ainós.
*Ai eu, ai tu, ai nós* 

ADPOC: Descreve os teus olhos numa só palavra.
Sónia: Não li!
*Esta entrevista começa de maneira meio confusa. Estamos a falar de olhos ou do quê?*

ADPOC: Quantos anos tens?
Sónia: 255

ADPOC: Quantas cervejas bebeste hoje?
Sónia: 2.
*Uma ao almoço e outra ao jantar? Tipo medicamento?*

ADPOC: Quando pensas em ler poesia como te sentes?
Sónia: Eu não leio no carro, conduzo... =P
*Hum, mais uma vez deixas-nos um pouco confusa. Percebeste bem a pergunta?*

ADPOC: Qual o teu género de livro que menos lês?
Sónia: Uma pitada de romance, alguma marotice, comédia e no final ainda vou para o policial!
*Ou seja, não gostas de quase nada.*

ADPOC: Vais na rua e vês o Acheron, que fazes?
Sónia: Se não escorregar, digo ʺmerdeʺ...
*Sempre em francês então*

ADPOC: Quantas vezes visitaste o Algodão Doce para o Cérebro esta semana?
Sónia: Nenhum.

ADPOC: Que estás a ler?
Sónia: Livro.
*E a pensarmos que já andavas a ler os ebooks que adquiriste*

ADPOC: Onde costumas comer?
Sónia: Cama.


Obrigada Titinha =) 


Doce do Momento: "Uma Paixão Escandalosa" de Emma Wildes

18597756

Após quatro penosas temporadas, a cativante Vivian Lacrosse pensava que estava finalmente noiva - até que o prometido foge… com outra. Mas, no último momento, o escândalo é dissipado pela improvável proposta de Lucien. Tudo parece estar bem até ao dia do casamento, quando um cruel acto de vingança leva Lucien para longe do altar e de solo britânico. Abalada com o que aparenta ser uma traição imperdoável, Vivian jura não voltar a confiar num homem…Mas quando Lucien regressa, pretende reivindicar Vivian mais uma vez e está disposto a fazer qualquer coisa para lhe conquistar o coração - mesmo que tenha de o roubar.

30 de outubro de 2013

Opinião Sobrenatural: "Jogos da Noite" de Sherrilyn Kenyon

 

Se misturam uma mulher roliça e bondosa, com um Passado lixado e farta de homens, com um lobo que final é um homem todo jeitoso, com uma queda por mulheres roliças e bondosas, com um Passado lixado... ok já perceberam... é mais que certo que vou adorar!
Sem contar com o livro do Acheron, este é o meu favorito até agora. O que só prova que lobisomens são o meu aperitivo preferido nestes livros cheios de coisas boas e saborosas.
A marca das Parcas em Bride foi talvez o mais óbvio. Penso que a atracção normal entre duas personagens chega perfeitamente, mas pronto, a Sherrilyn Kenyon decidiu que mais um empurrãozinho neste casal faria ainda melhor, e quem sou eu para discordar dela?
Já tínhamos presenciado a primeira faísca entre Bride e Vane, faísca esta muito memorável apesar de subtil, e aqui vamos ter o prazer de ver essa faísca transformar-se em fogo... dos grandes!
O humor também está muito presente, como podem ver pelas minhas frases preferidas, tal como histórias paralelas do mundo animal/homem e das suas hierarquias, o que enriquece muito mais a obra e nos aumenta o horizonte em relação a este mundo fantástico dos predadores do Homem, da Noite, etc...
Por fim, devo avisar, que este volume não vai matar saudades, muito pelo contrário, vai alimentá-las, a elas e ao apetite de mais e mais.
Frases Preferidas:
"O meu povo tem um ditado. A carne é para o homem, o osso para o cão." página 198
"A única forma de viver um amor eterno é nunca deixar que o coração esqueça como era viver sem ele." página 207
"- Ah, eu também chorava se tivesse de olhar para ti todos os dias para o resto da minha vida, Vane." página 261

Bride McTierney está farta de homens. São reles, egocêntricos e nunca a amam pelo que ela é. Mas embora Bride tenha orgulho na sua independência, no fundo deseja o seu príncipe encantado. Apenas nunca pensou que este pudesse ocultar-se sob uma pele de lobo!
Alguém tão perigoso e atormentado como Vane Kattalakis não é quem parece. Um Predador do Homem na forma de lobo, ele é um alvo a abater pelos muitos inimigos. Vane não está à procura de uma parceira, mas as Parcas marcaram Bride como sua. Agora tem três semanas para a convencer de que o sobrenatural é real ou perderá o respeito dos seus pares. Mas como é que um lobo convence uma mulher a confiar-lhe a vida quando tem inimigos na sua peugada? Num mundo tão cruel como o dos Predadores humanos, o amor fará alguma diferença?

84151
Título Original - Night Play
Edição - Janeiro 2011
ISBN - 9789898032966

https://www.goodreads.com/book/show/10320746-jogos-na-noite




Primeiras Impressões: "O Império das Asas" de Claire Corbett


Eu bem pedi que mo dessem e ignoraram-me completamente! Por isso não tive outro remédio que negociar com uma certa pessoa.
Ora bem, basta ter asas para aqui a Ne ficar a babar, mas com esta capa e depois de ler a sinopse (que perde um pouco por se parecer com a história de Destinos Interrompidos) não consegui resistir muito tempo e cá está ele.
Ultimamente os livros grossos não me atraem propriamente. Como ando numa fase de ler pouco ou muito devagar estes livros só prometem mais tempo por livro e não o contrário. As letras deste são pequeninas o que ainda piora a coisa, mas de certa forma estou bastante curiosa para o ler.
Li as primeiras frases e já vi que narrativa é na 3ª pessoa. Hum... Ponto positivo ou negativo?


Ponto de Situação: Príncipe Mecânico

Príncipe Mecânico (Caçadores de Sombras - As Origens, #2)


Vou na página 22

É uma releitura e do pouco que li percebi que tenho uma memória fantástica, pois lembro-me de tudo. eheh

Vai ser lido (ainda mais) aos bocados como o anterior para finalmente passar para o 3º e acabar assim esta trilogia.

Já disse que o Will continua perfeito? :D 

Origem: "Fumo Azul" de Nora Roberts

Uma imagem cheia de azul, só podia captar a nossa atenção. Ainda mais sendo da Nora Roberts!

Romantic Beauty.Retro Style - stock photoFumo Azul

Posts relacionados:

29 de outubro de 2013

Primeiras Impressões: "Uma Paixão Escandalosa" de Emma Wildes


Primeiro que tudo: não gosto da capa! Ai que modelo tão... sem sal. Mas o que interessa é que segue a mesma linha das outras e isso na estante conta muito =P
O interior é o mesmo de sempre, tamanho de letra normal e margens grossas. 
A sinopse... bem, prova que quando uma janela se fecha abre-se uma porta e que porta maravilhosa!!!! Esta porta chama-se Lucien (nome de vampiro =P) Caverleigh e não me importava nada que me calhasse.
Estou ansiosa para ler. A Emma Wildes tem sempre homens jeitosos para mim.

28 de outubro de 2013

Blogulosas II #15: Sara


E aqui ficam registadas as respostas da Sara! :D 

ADPOC: Como gostas que te chamem?
Sara: Aras.

ADPOC: Descreve os teus olhos numa só palavra.
Sara: Quem?
*Não é quem é o quê!!!*

ADPOC: Quantos anos tens?
Sara: 50.

ADPOC: Quantas cervejas bebeste hoje?
Sara: 2.

ADPOC: Quando pensas em ler poesia como te sentes?
Sara: Muito, muito tonta.

ADPOC: Qual o teu género de livro que menos lês?
Sara: Romance muito romântico e muito fantástico.
*Preferes o quê? Policial? Infantil?*

ADPOC: Vais na rua e vês o Acheron, que fazes?
Sara: Era bom se não caísse.
*ok, nada de rasteiras da parte dele então.*

ADPOC: Quantas vezes visitaste o Algodão Doce para o Cérebro esta semana?
Sara: 9.
*Elah tanto! Boa!*

ADPOC: Que estás a ler?
Sara: Livro.
*O normal portanto.*

ADPOC: Onde costumas comer?
Sara: Cama.
*Por ser mais fofinha que a cadeira da cozinha?*

Objectivo cumprido: 100.001 Visualizações!

O Blogger não engana, nem o contador de visualizações de páginas.
 
Nós, Ne e Mafi, tínhamos programado, com muita confiança claro, que este momento chegasse no máximo até o aniversário aqui do cantinho mais doce da blogosfera, mas, felizmente e histericamente, temos seguidores e visitantes especiais que nos deram esta prenda muito mais antecipadamente!
 
 
Um muito obrigada a todos por nos darem a prenda que mostramos aqui em baixo:

 
Por isso VOCÊS são isto:
 
E nós só podemos dizer isto:
 
MUITO OBRIGADAAAAAAAAAA

Ponto de Situação: "A Cidade dos Ossos" de Cassandra Clare


Página em que vou: 183

So far, so good.

Sendo um ponto de situação de uma re-leitura, este post vai consistir em pouco mais que é bom relembrar certas personagens, mas sinceramente o livro não me está a saber tão bem como da primeira vez. Neste momento estou muito mais curiosa em saber como é que o que estou a reler se vai reproduzir na tela.
De qualquer forma, estou a gostar de re-encontrar Jace, Clary, Simon e Isabelle.

Origem: "Uma Paixão Escandalosa" de Emma Wildes


Depois de nos pedirem quase de joelhos para encontrarmos a origem do novo livro da Emma Wildes, só para confirmarem se a imagem original era tão esquisita como a capa, o ADPOC fez-vos a vontade e aqui está.

Retro portrait of  beautiful woman. Vintage style. Fashion photo - stock photoUma Paixão Escandalosa


Posts relacionados:

27 de outubro de 2013

Página do Facebook

(Só clicar na imagem)

Para acompanharem-nos (ainda mais) o ADPOC apresenta a sua página oficial do Facebook!

Contamos com os vossos likes, comentários e sugestões mas claro que continuarão a ter vir aqui para ver as rubricas, opiniões e passatempos!

Obrigada a todos os que gostam deste cantinho doce :D 

Opinião Sobrenatural: "Prazer da Noite" de Sherrilyn Kenyon

 

O livro de Kyrian, Prazer da Noite, não tem muito a ver com o Amante de Sonho e com muita razão.

Aqui começamos a conhecer os Predadores da Noite de fora para dentro e do Passado para o Presente. Foi o passado que mais me comoveu! Eu tinha ficado emocionada com a história de Acheron, mas não podemos dizer que a de Kyrian da Trácia fica muito atrás.
O que mais adorei foi o que Amanda fez para substituir as memórias horríveis do passado de Kyrian! Ele bem que se fartou de sofrer não só no passado como no presente. Por isso todo o desenrolar dos seus medos e fraquezas, o desaparecimento destas com a ajuda de Amanda foram muito emocionantes.
Foi tudo tão sensual, mas ao mesmo tempo cheio de significado e amor. Tal como no final quando Kyrian revive tudo novamente mas agora com Amanda no papel principal. Foi uma cena muito boa, se não a melhor.
Aqui começo a identificar um padrão da escrita e criatividade de Sherrilyn Kenyon. Ela tem esta capacidade de criar empatia e transmitir o sofrimento da personagem com o seu passado e depois apresenta-nos múltiplas situações que não só nos fazem relembrar como nos fazer desejar com muita força o final feliz. Depois, finalmente, dá-nos uma cena repleta de sacrifício e provas de amor que nos fazem suspirar ainda mais! Espetacular. 

"Querida leitora,
Alguma vez quis saber como era ser imortal? Viajar pela noite caçando os vampiros que perseguem os humanos? Ter riqueza e força ilimitadas? Essa é a minha vida e é escura e perigosa. Sou herói de milhares, mas ninguém me conhece. E adoro todos os minutos. Pelo menos era o que eu pensava até que, certa noite, acordei algemado ao meu pior pesadelo: uma mulher conservadora, de camisa apertada de cima a baixo. Ou, no caso de Amanda, abotoada até ao queixo. É inteligente, sensual, espirituosa e não
quer ter nada a ver com o paranormal, por outras palavras, comigo.
A minha atracção por Amanda Devereaux vai contra tudo aquilo que represento. Já para não dizer que, da última vez que me apaixonei, isso me custou não só a minha vida humana como a minha alma. Ainda assim, sempre que olho para ela, dou por mim a desejar tentar de novo. A desejar acreditar que o amor e a lealdade existem. Ainda mais perturbador, dou por mim a perguntar se haverá alguma forma de uma mulher como Amanda amar um homem cujas cicatrizes da guerra são profundas, e cujo coração foi ferido por uma traição tão selvagem que não sei se voltará a bater de novo."

Kyrian da Trácia

6944032
Título Original - Night Pleasures

Edição - Novembro 2009

ISBN - 9789898032614



Ponto de Situação: "Provocadora" de Madeline Hunter


Página em que vou: 163

Antes de comentar este segundo volume da saga The Rarest Blooms quero dizer que estou a ler a obra em inglês, por isso não vou poder comentar nada relativo a traduções ou erros de publicação, mas vou sim dizer o seguinte: Que raio de título!
Da primeira vez que o li, o primeiro pensamento que tive foi que a personagem principal deveria ser uma badalhoca marota. Depois é que reparei na autora e li a primeira linha da sinopse. A ASA está a chamar provocadora à Verity?
Por esta altura tenho a certeza de que de provocadora a Verity não tem nada. Penso, portanto, que este é um daqueles casos em que a tradução à letra.
O facto de Lizzie ser a noiva desaparecida não é novidade para ninguém, referindo-me claro para quem leu o primeiro volume, mas o que nos surpreende é a forma como é encontrada e como Hawkeswell a vai conseguir levar das The Rarest Blooms.
A ideia dos "três beijos por dia se não salto-te para cima" pareceu-me muito divertida e de certa forma inteligente logo desde o inicio. Se iria resultar ou não, já nós sabíamos a resposta.

26 de outubro de 2013

A Sair do Forno: "O Abrigo da Esperança" de Debbie Macomber


Jo Marie Rose, perante a perda quase certa do marido no Afeganistão, resolveu mudar a sua vida e comprar uma encantadora estalagem, numa acolhedora cidade à beira do Pacífico, onde pudesse receber hóspedes e proporcionar-lhes um ambiente familiar e cheio de paz. 
  No início deste segundo livro, a primavera chegou, os rododendros carmesim e as azáleas vermelhas floresceram no jardim da estalagem e Jo Marie Rose espera ansiosamente a chegada de hóspedes. Reencontraremos pessoas que já conhecemos no volume anterior, e conheceremos outras que ali vão em busca de calor humano e talvez de uma segunda oportunidade de serem felizes.

Sai em Novembro 

1º livro

Origem: "Crónica de Paixões e Caprichos" de Julia Quinn


Imagem contemporânea demais para um livro histórico? Talvez mas não dizer que a imagem original não é bonita porque é, muito pura e primaveril!

Crónica de Paixões e Caprichos  (Bridgertons, #1)Young woman with daisy in her hair : Foto de stock


Posts relacionados:

A Sair do Forno: "O Voo do Corvo" de Juliet Marillier


 Depois de concluir a sua longa e árdua viagem até à base dos Rebeldes em Shadowfell, Neryn tornou-se uma parte vital da rebelião contra o tirânico rei Keldec. 
  Cada passo que dá no sentido de aperfeiçoar os seus dons e afirmar-se como uma Voz poderosa e única na sua geração leva-os mais perto da meta pretendida. Mas, primeiro, Neryn terá de procurar os Guardiães das quatro Vigias para completar o seu treino e o tempo escasseia. 
  Entretanto, Flint, o espião rebelde por quem se apaixonou, foi de novo chamado à corte de Keldec. O laço que os une é tão forte que, mesmo à distância, se procuram em sonhos, partilhando momentos preciosos - ainda que inquietantes - da vida um do outro. 
  Os Rebeldes vêem com desconfiança este novo amor. Permitir que a emoção se sobreponha à lógica fria do movimento pode pôr tudo em risco. No fim, o amor poderá revelar-se a força motriz da esperança ou a brecha traiçoeira na armadura da rebelião.

A descobrir dia 31 de Outubro

Shadowfell (Shadowfell, #1)

Hoje fazemos 5 aninhos!

Bem vindas e bem vindos a mais um aniversário aqui do nosso cantinho, mais doce da blogosfera. Pois é, hoje comemoramos mais um ano...