28 de setembro de 2013

Opinião Contemporânea: "Silver Bay - A Baía do Desejo" de Jojo Moyes


Confesso que o início não puxa muito por uma pessoa. Mesmo gostando de baleias, a temática nunca leva a um desenvolvimento muito cativante e eu posso afirmar isto porque já não é o primeiro livro que leio assim e mesmo o outro acabou por perder um pouco do interesse por isso.
Mas dizer que a escrita de Jojo Moyes não nos cativa é quase uma ofensa, por isso, apesar do que disse acima, nós vamos lendo e formando laços com as personagens.
Temos Liza que não nos diz, nem a nós nem a ninguém, o que lhe vai no pensamento ou mesmo algo sobre o seu Passado. O que vamos sabendo é arrancado a ferros da interpretação dos seus actos e de alguns comentários feitos pela sua tia Kate, ou então, só quase no final, quando ela desabafa e Hannah o completa.
Kathleen, por sua vez, é uma tia-avó muito jovem, com a sua respectiva história de amor que eu achei muito querida. O seu Passado e o de Nino é algo dramática, mas é o Presente, é vê-los a juntarem-se outra vez que nos vai fazer as delícias. Kate, no início, mostra assim algumas coisas em comum com a tua sobrinha, mas sabemos que a força e a maneira como ela lida com as crises é muito mais forte.
Em relação a Mike, achei-o um pouco falso e sem convicção em nada a não ser em relação ao dinheiro. Por isso está claro que não gostei nada de saber com quem é que ele ia ficar. Porque é que não podia ser o Greg? Gostei tão mais dele! Mas pronto. A Jojo Moyes é que manda!
De qualquer forma, há medida que a obra avança alguns personagens vão sendo apagados e outros adicionados. Achei o contributo de Vanessa muito fraco. O seu papel podia ter sido feito perfeitamente pelo pai, até mesmo quando ela reentra na história e faz papel de parva!
A melhor parte foi sem dúvida quando finalmente sabemos o Passado de Liza e o que aconteceu com a sua filha mais nova. Sei que aquelas situações são complicadas, mas continuo a achar que o sentimento de culpa e as razões para ela ser presa são um pouco exageradas quando há testemunhas de que a culpa não foi nada dela, muito pelo contrário.
Adorei os segredos de Kat e de Greg, separadamente claro. Achei que além de terem levantado um pouco o véu dos mistérios mais misteriosos da obra, deram um toque de "sacanice" a tudo. Eheh. Go Kat! Go Greg! Eles provaram, portante, que quem salvou Silver Bay não foi Mike nem Hannah (apesar do contributo desta também ter sido muito engraçado), mas sim estas duas personagens, cada uma à sua maneira.
O encontro final foi de facto muito emotivo, mas que livro de Jojo Moyes não tem uma dose de emoção e de algumas lágrimas?!
No final, o balanço acabou por ser positivo, mas não ao ponto de me deixar deslumbrada como os outros livros desta escritora.

Sinopse em Doce do Momento

2895896Título Original - Silver Bay

Edição - Março 2009

ISBN - 9789720041944




Outras obras da autora:
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!