4 de agosto de 2013

Compilações: "Prazeres Proibidos" e "A Cama da Paixão" de Laura Lee Guhrke


Aqui está outro caso em que os livros não foram editados pela ordem correcta, mas aqui ainda há o agravo de não terem editado nem o 2º nem o 4º da saga. Mas, no final, acabou por não ser assim tão mal, visto que os personagens principais deste não me provocam muita curiosidade.
Prazeres Proibidos (Guilty Series, #1) Em relação a Prazeres Proibidos e A Cama da Paixão posso dizer que têm bastante carga emocional, mas que esta é aligeirada pelo humor presente, talvez mais óbvio no primeiro.
A Cama da Paixão  (Guilty Series #3) Quando os adquiri foi por impulso, e mesmo quando lhes peguei para ler não estava à espera de histórias muito desenvolvidas ou de romances cativantes, mas enganei-me bastante. Laura Lee Guhrke presenteia-nos com duas histórias cheias de sensualidade e amor, dois ingredientes essenciais para um bom livro romântico. A parte de ser do fim do século XIX só melhora ainda mais!
Dos dois o meu preferido foi o primeiro. Aquele amor platónico misturado com o "patinho feio" tornou o livro bastante divertido, mas romântico. Além disso a personagem feminina tem algumas das características que mais gosto: inteligência, beleza escondida e muita independência. Esta última aparece quase no inicio, mas este último mostra uma Daphne tão diferente que a sua mudança é quase engraçada, espontânea e natural que não a notamos; só nos apercebemos quando ela começa a fazer frente ao charmoso do Anthony.
A Cama da Paixão já foi mais emotivo, com menos alegria e mais raiva e irritação pelo meio. Tal como no primeiro, é o personagem masculino que se redime e procura conquistar a dama, mas Laura conseguiu mostrá-lo e descrevê-lo de maneiras diferentes.
Recomendo assim a leitura destes dois volumes, apesar da ausência do segundo e do quarto. Recomendo também que sejam lidos por ordem, apesar de poderem ser lidos individualmente.
Espero sinceramente vir a ler mais obras da escritora, em português de preferência.

Podem ler AQUI a opinião do segundo livro desta série.



Guilty Pleasures (Guilty, #1)Toda a mulher tem os seus prazeres proibidos proibidos...

Para a delicada e tímida Daphne Wade, o mais apetecível prazer proibido é observar discretamente o seu patrão, o duque de Tremore, enquanto este trabalha numa escavação na sua herdade.
Daphne foi contratada para restaurar os tesouros de valor incalculável que Anthony tem estado a desenterrar, mas não é fácil para uma mulher concentrar-se no seu trabalho quando o seu atraente patrão está sempre em tronco nu.
Apesar dele não reparar nela, quem a pode censurar por, mesmo assim, se ter apaixonado desesperadamente por ele?
Quando a irmã de Anthony, Viola, decide transformar esta jovem e simples mulher de óculos dourados numa provocante beldade, ele declara a tarefa impossível. Daphne fica arrasada quando sabe… mas está determinada a provar que ele está errado.
Agora, uma vigorosa e cativante Daphne sai da sua concha e o feitiço vira-se contra o feiticeiro. Será que Anthony conseguirá perceber que a mulher dos seus sonhos esteve sempre ali? 


The Marriage Bed (Guilty, #3)Londres, 1833. Quando numa noite Lady Viola conheceu o galante visconde John Hammond foi amor à primeira vista. Vendo-se repentinamente envolvida numa relação séria, só se apercebeu da chocante verdade após o casamento: o seu amado John nunca tinha gostado dela verdadeiramente, casando com ela apenas pela sua fortuna... e o pior, é que ele não via nada de errado nisso. Desolada, Viola jurou nunca mais permitir que o canalha que a tinha enganado se voltasse a deitar com ela. John, na verdade, nunca teve a intenção de ferir a bela e determinada mulher que se tornou numa estranha para ele. Agora, depois de anos de um casamento faz de conta, ele precisa de um herdeiro, e vê-se confrontado com um intrigante e atraente desafio: ter de seduzir a sua própria mulher. Ele tem de convencer Viola a regressar ao seu leito matrimonial, mas desta vez pode ser ele o único a perder o coração.

3 comentários:

  1. Fiquei apaixonada pelo primeiro, o que me fez comprar o segundo sem pensar duas vezes, mas vim a desiludir-me com ele. Gostei muito mais do primeiro...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Prazeres Proibidos: *O livro é um conto de fadas, um homem lindíssimo que pertence à nobreza (Duque), porém muito cínico e amargurado em relação ao amor, acredita em casamentos por conveniência somente para ter seus herdeiros _X_ mocinha pobre (patinho feio), porém honesta e sonhadora, que acredita plenamente no amor. Na verdade vemos o contraditório crescimento dos dois personagens: Anthony se vê perdido numa paixão incontrolável, porém inaceitável devido a sua posição na sociedade, luta muito contra esse sentimento, mas perde a batalha pra si mesmo e o poderoso Duque se rende aos pés da sua amada. Daphne, de patinho feio, se transforma na mulher sedutora que conquista pouco a pouco o grosseirão do Duque, dando-lhe uma lição de dignidade e amor próprio, nota 1000 pra nossa mocinha. Lindo romance, recomendo, e vamos tirar o chapéu para a autora, porque ela conseguiu escrever o romance de + ou - 200 páginas só mostrando o entrosamento do casal, pois fora isso não teve grandes acontecimentos à parte, tanto que, nem a quase noiva (Sara) e a amante (Marguerite) do Duque deram o ar de sua graça na estória.

    ResponderEliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!