25 de julho de 2013

Opinião Histórica: "Sedução Intensa" de Lisa Kleypas




Depois de um início grácil com o primeiro livro: “Desejo Subtil”, seguimos caminho até outra Wallflower, desta vez Lillian Bowman que irá encontrar o amor em Marcus Westcliff, um homem que não suporta nem um pouco. 

Sabendo de antemão que o casal não simpatizava um com o outro, suspeitei logo que a leitura fosse divertida e de facto, gostei muito mais de “Sedução Intensa” do que de “Desejo Subtil”, simplesmente porque eu adoro um bom romance com choque de personalidades!

A construção das personagens está muito bem feita, vendo-se que a autora perdeu tempo a planear cada uma, algo que é importante, pois com tantos romances históricos semelhantes, as personagens acabam por confundir-se, mas sem dúvida que este casal ficará sempre recordado. Westcliff é arrogante, teimoso e perspicaz. Sempre foi o melhor em tudo, durante toda a sua vida. Habituado assim, pelo pai, só a perfeição era aceitável. Por isso, hoje em dia é uma pessoa que deseja ter sempre a última palavra em tudo, não aceitando uma mulher que o desafie. Lillian é rebelde, respondona e pouco pragmática, atributos que não caem muito bem a uma dama. Mas ela é mesmo assim: não se encaixa (nem quer) no molde de uma senhora da sociedade Inglesa.

Claro que o mais gostei nesta obra foram as divergências entre os dois, pois ambos não poderiam ser mais diferentes: Westcliff não anseia casar, aliás para ele o casamento é um processo lógico e racional e não uma união de amor e paixão. Lilian pelo contrário já se encontra na idade para contrair matrimónio mas a falta de pretentes tende a dificultar a sua vida amorosa.  Esta hostilidade entre os dois, vai ser esquecida com a ajuda de uma poção de amor com efeitos afrodisíacos e um aroma perpétuo que unirá Lilian e Westcliff para sempre.

Lisa Kleypas tem uma maestria única de prender o leitor. As cenas de romance e paixão entre o casal são muito bem conseguidas, encontros secretos que nos deixam sem fôlego, tal é a atracção, sensualidade, magia e luxúria que preenche as páginas do livro. Gostei muito desta parte.

Claro que isto não passa despercebido às outras Wallflowers que insistem num relatório completo destes encontros. Lillian, sem hipótese de fuga contra as suas melhores amigas, não deixa de lado nenhum detalhe dos atributos de Lord Westcliff: o seu corpo másculo, os lábios sedutores e a incapacidade que este tem de pensar com clareza quando ambos estão juntos. É de louvar esta minuciosidade que a autora dá à amizade entre as 4 Wallflowers, gosto muito deste detalhe.

Tal como acontece no primeiro livro, o contexto histórico encontra-se bem construído e é sem dúvida uma mais valia que o livro possui.

As brigas e discussões entre eles são divertidas, espontâneas e dão um toque muito descontraído ao romance. De modo a apimentar o livro, junta-se ainda o melhor amigo de Marcus, Sebastian St.Vincent que trará alguns problemas ao casal mas que presumo que irá encontrar a felicidade no seu próprio livro, o terceiro “Devil in Winter” que estou ansiosa por ler pois vai ser muito engraçado ver, como o vilão deste livro se vai apaixonar!! Estou em pulgas.

Resumindo isto tudo em poucas palavras, “Sedução Intensa” faz jus ao título, é mesmo um livro intenso e picante, que não só nos traz histórias lindas pontuadas por toques, segredos e sussurros apaixonados como as personagens vibrantes encantam o leitor, deixando os sentimentos mais íntimos à flor da pele.
Se o primeiro livro para mim não teve qualquer impacto, sem dúvida que este segundo, saltou para o Top dos meus romances preferidos. Está mais que aconselhado!

Uma excelente aposta pela 5 Sentidos! O 3º também já está lido e a opinião sai em breve! 


Quatro jovens da sociedade elegante de Londres partilham um objetivo comum: usar os seus encantos femininos para arranjarem marido. E assim nasce um ousado esquema de sedução e conquista. Num refinado baile londrino, Lillian Bowman depressa descobre que a sua educação tipicamente americana não está propriamente na moda. E encontra no insuportável Marcus, Lord Westcliff, o seu crítico mais implacável. Pena seja um excelente partido... Quando Lillian cai acidentalmente nos braços de Marcus, vê-se consumida e chocada por uma súbita paixão por um homem que julgava detestar. O tempo parece parar e o corpo da jovem cede ao erotismo do momento, descobrindo sensações que nem sonhava existirem... Marcus conhecido pela sua constância, também se vê perdido num turbilhão sensual. Cada toque de Lillian é pura tortura, cada beijo o faz gemer por mais. Mas como pode ele pesar aceitar uma mulher tão pouco adequada para sua noiva?




Título Original - It Happened One Autumn
Edição - Outubro 2012
ISBN - 97880060562496

2 comentários:

  1. Opostos que se atraem já está muito visto, mas não sei porquê nunca cansa.
    Sinceramente não achei muita piada ao envolvimento do St. Vincent - achei um pouco para o forçado. De qualquer conforma concordo com o facto de este ser um dos melhores livros do género deste ano.

    PS - quando for grande quero escrever ops tão grandes como as tuas ahahah, a minha é muito mais pequena mas de qualquer forma penso que digo mais ou menos o mesmo que tu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opá naquela altura só fazia opiniões semanalmente claro que tinha de dizer tudo o que não escrevia nas ops dos outros livros eheh mas pronto depois disseram que eram muito grandes e fiz-lhes a vontade, seja lá quem for xD

      Eliminar

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!

Hoje fazemos 5 aninhos!

Bem vindas e bem vindos a mais um aniversário aqui do nosso cantinho, mais doce da blogosfera. Pois é, hoje comemoramos mais um ano...