2 de maio de 2013

Compilações: Trilogia Midnighters de Scott Westerfeld


Scott Westerfeld consegue com esta trilogia apresentar-nos algo muito diferente da Trilogia Uglies.
Aqui não é uma questão de Futuro, mas sim de Presente complementado por um mundo paralelo apenas possível e visível para alguns - os Midnighters.

Achei os três livros muito bem relacionados uns com os outros, apesar de estarem bem definidos e com as suas diferenças. O meu preferido foi o primeiro, que é visto como a introdução à vida e aos cinco amigos: Rex, Jonathan, Jessica, Dess e Melissa. O segundo achei-o mais parado, sem grande acrescento à história, mas o terceiro compensou-o, tanto pelas novas personagens como pelos desenvolvimentos e relações familiares. Neste último senti uma aproximação muito maior à vida da personagem Dess e da Jessica e por isso aumentou a empatia e a ligação com estas.
A originalidade é uma das características mais presentes, tanto nas personagens, inimigos, cenários, acontecimentos ou "talentos".

Estranhei um pouco tanto a relação da Dess com a sua boneca, até mesmo muito infantil, como a relação de Rex com a Melissa. O inicio da sua amizade e a extensão dessa entraram um pouco em conflito com a relação amorosa deles, o que achei um pouco forçado. Além disso, a reacção de Rex e de Melissa ao toque era também um pouco excessiva, ou mesmo estranha comparando com os outros.

A transformação de Rex também me pareceu um pouco fora do contexto, porque a sua mudança não foi feita gradualmente e sim quase aleatoriamente. Talvez, na minha opinião, ficasse um pouco mais coeso se o autor escolhesse ou uma transformação ou uma recuperação completa. Acho que os seus instintos e conhecimentos do mundo darkling foram benéficos para o desenvolvimento, mas por outro lado as reacções mais "animais" dele fizeram com que ele ficasse estranho ou mesmo agressivo e diferente de mais.

Jessica também sofreu algumas alterações, sendo a menos boa quando ela começa a ter dúvidas e a tornar-se incerta em relação ao Jonathan. Esta incerteza ou baixa auto-estima tornou-se demasiado distante e contrária à sua confiança em relação aos seus poderes.

Estes sim foram o aspecto mais positivo dos Midnighters. Gostei particularmente do da Jessica, e menos do do Jonathan. Todos primam pela originalidade, mas o deste último foi descrito de uma maneira um pouco física de mais, tanto que quando o imaginava nos seus "voos" imaginava mais um astronauta ou um macaco, o que não contribuiu em nada para os "voos românticos" ou até os salvamentos.

Gostei razoavelmente das capas, mas o mesmo não aconteceu com os símbolos que simbolizam cada um. Não é que não tenha percebido a relação, apenas os achei-os feios e assimétricos, além de achar que os colocarem em todos os capítulos não tem necessidade nenhuma.

A escrita continua fluida e rica em descrições e pormenores.

De qualquer forma, o resultado é positivo e vou continuar a acompanhar as obras de Scott Westerfeld.

Sinopse A Hora Secreta:
Coisas estranhas acontecem à meia-noite, na cidade de Bixby, no Oklahoma. O tempo para. Ninguém se mexe. Todas as noites, durante uma hora secreta, a cidade pertence às criaturas negras que vivem nas sombras. Apenas um grupo de adolescentes conhece a hora secreta - só eles conseguem mover-se livremente no tempo da meia-noite. Designam-se a si próprios como midnighters.

The Secret Hour (Midnighters, #1)


Título Original - The Secret Hour
Edição - 2010
ISBN - 9789896680169

Sinopse No Limiar das Trevas:
À medida que os midnighters procuram descobrir a verdade sobre a hora secreta, desvendam terríveis segredos que fazem parte da própria história de Bixby e uma conspiração que atinge o mundo do tempo regular. Os midnighters enfrentam perigos de morte e um deles poderá mesmo partir para não mais regressar.

Touching Darkness (Midnighters, #2) 


Título Original - Touching Darkness
Edição - Abril 2010
ISBN - 9789896680176





Sinopse Meio-Dia Azul:
Depois de séculos à espera, presos na hora secreta, os darklings voltarão a caçar. Os midnighters de Bixby, em Oklahoma, julgavam que compreendiam a hora secreta da meia-noite - até o tempo ter parado a meio do dia. O ruído da escola interrompe-se. Há chefes de claque suspensas no ar. Tudo é envolvido pelo azul da meia-noite.

Blue Noon (Midnighters, #3) 


Título Original - Blue Noon
Edição - Maio 2010

ISBN - 9789896680183

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!