25 de abril de 2013

Opinião Sobrenatural: "As Filhas das Trevas" de L.J. Smith


À semelhança do primeiro volume O Vampiro Secreto L.J.Smith conta-nos as peripécias do Mundo da Noite.
As regras e as criaturas da noite mantêm-se, tal como a quebra das leis deste mundo.
Ash é a única personagem que transita de um volume para outro, mas achei que a sua personalidade desta vez está um pouco diferente, visto que no O Vampiro Secreto a sua natureza ardilosa e mentirosa está muito melhor demonstrada que aqui. Neste ele só está com a família e talvez essa seja uma razao razoavel para essa alteração de atitudes e pensamentos. Defendo que a autora podia ter feito a alteração neste volume e não entre os dois, não havendo assim um ponto de viragem reconhecido pelo leitor.
De resto, a escrita, o suspense, as descrições dos actos e o rol variado de personagens continua a deliciar quem gostou do primeiro livro.
Começo a notar a prefência da autora por irmãos. N'As Filhas das Trevas não há só um par, mas um par e um quarteto, que vão assim dar origem a duas histórias de amor.
A situação das almas gémeas mais uma vez me recordou a Saga Twilight. Mas ao contrário de Stephanie Meyer, que não afirmou em qualquer livro que aquele género de ligação era rara, Smith fê-lo e em dois livros já apresentou três casos desses. Claro que é compreensível, visto que esta afinidade entre casais é bastante cativante, principalmente no caso de Ash e Mary-Lynette que fazem, literalmente, faísca. Mais uma vez a escritora descreveu bastante bem a união das duas mentes e corações.
Nesta obra podemos encontrar mais alguma coisa a nível de contacto entre as pergonagens, e a isto refiro-me a beijos. Digamos que L.J. Smith encaminha o romance da mesma maneira que Jane Austen (que por acaso é citada mais que uma vez neste volume): cativante, mas sem intimidades explícitas.
Deste vez, a autora desenvolve mais o assunto dos lobisomens, o que contribuiu para uma história distinta da primeira, apesar dos vários pontos em comum: como a troca de sangue, as almas gémeas, o romance proibido entre vampiro/humano.

Mary-Lynnette, de 17 anos, que adora contemplar as estrelas do jardim da sua casa, julga assistir, uma noite, a um assassínio, através do seu telescópio. Mas Mary-Lynnette enganou-se: o que ela de facto viu foram três irmãs vampiras a enterrar a tia, misteriosamente assassinada. Segundo as leis do Mundo da Noite, Mary-Lynnette terá de aproximar-se da família das três irmãs para ser condenada à morte: uma sentença que parece selar-se no momento em que Ash, o irmão delas, aparece.
O estonteante e preguiçoso Ash nunca sonhou vir a apaixonar-se por uma humana, mas parece que Mary-Lynnette não o aceita de qualquer maneira, dado o seu escabroso passado vampírico. Agora arrependido, será que Ash conseguirá convencer Mary-Lynnette a deixá-lo espiar os pecados cometidos e tornar-se a sua alma-gémea?

Daughters of Darkness (Night World, #2)


Título Original - Daughters os Darkness
Edição - Março 2010
ISBN - 9789896570712




Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!