23 de março de 2013

Opinião Histórica: "O Guerreiro Highlander" de Monica McCarty


Ahhh como adorei aquele primeiro encontro! É mesmo daqueles momentos que começam optimamente o romance já por si bom. Dá-nos logo umas quantas faíscas que nos vão manter a altas temperaturas durante o resto do livro. 

Jamie é sem duvida uma personagem masculina literária que preenche todos os requisitos. Quase que lhe ouvia o sotaque cerrado! O que é ainda mais sensual e cativante.

Caitrina também não lhe fica atrás, apesar de achar que perdeu um pouco o seu fogo depois do casamento. Este caso já me tinha surgido noutros livros, como n'O Protector de Madeline Hunter, e na minha opinião respectiva também já tinha disto que esta transformação de uma personagem feminina de carácter forte para uma submissa e com falta de segurança era bastante negativa para a obra. Aqui acontece isso mesmo, o que e apenas compensado com as muitas situações de tensão e cheias de emoções à flor da pele que Monica McCarty nos presenteia. 
Acabei por ficar com uma boa lembrança por todos os pontos positivos e também por adorar romances desta época.

Caitrina não tenciona trocar o pai e os irmãos por um marido, ainda por cima um dos odiados Campbell, mas a força rude e sensual de Jamie, e um beijo escaldante, ameaçam estilhaçar-lhe a resistência. Quando o seu mundo idílico se desfaz, a única esperança de salvar o seu clã reside nos braços de Jamie Campbell, o inimigo que ela responsabiliza pela sua ruína. Conseguirão as tréguas precárias, nascidas na escuridão aveludada das suas noites de paixão, forjar um amor tão forte quanto a espada que governa as Terras Altas?

Highland Warrior (Campbell Trilogy, #1)Título Original - Highland Warrior
Edição - Julho 2011
ISBN - 9789896572051







Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!