10 de fevereiro de 2013

Opinião Young-Adult: "Imortal" de Gillian Shields


Considero este exemplar de Gillian Shields um livro de um dia - para mim foi exactamente isso!

É muito leve, muito fluído, com uma história razoável, já que não achei que tivesse nenhum elemento original ou excelente desenvolvimento. Aqui aplico o termo "mais do mesmo", pois tive um longo deja vu com a Marcada, de P.C. e Kristin Cast, tanto na personagem da avó como no grupo de amigas, como nos poderes de todas, como nos rituais, e até na vilã.Gostei da ideia do diário e do talismã, tal como dos pouco cenários e da história romântica - que surgiu um pouco cedo de mais.

Quero dar os parabéns à editora Planeta pois, sem dúvida, exterior e interiormente, é um dos livros mais bonitos e cativantes que tenho na minha estante, indo do seu tamanho às suas cores, tão claras e suaves, que condizem muito bem com a modelo da capa, o tipo de letra do texto aí presente (e também no inicio de cada capítulo).Resumindo, um livro bonito por fora, mas muito mal aproveitado em conteúdo e ideia.

Entre o sobrenatural e a história de amor, Imortal é um romance intenso e perturbador que entrelaça passado e presente, amor e amizade, forças sobrenaturais e criaturas extraordinárias. O colégio de Wyldcliffe Abbey para Raparigas, a nova escola da protagonista da história, Evie, é o local onde tudo acontece: a paixão por Sebastian, as visões fantasmagóricas e angélicas de uma rapariga estranha, o vislumbre de fragmentos de um passado que desconhece a experiência do primeiro amor.
Intercalando o dia-a-dia de Evie no exigente colégio e as entradas de um diário antigo, Imortal transporta o leitor para dois mundos aparentemente distintos, mas muito próximos.

Immortal (Immortal, #1)


Título Original - Immortal
Edição - Setembro 2010

ISBN - 9789896571184 




2 comentários:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!