7 de janeiro de 2013

Opinião Sobrenatural: "A Rendição Mais Escura" de Gena Showalter


O número oito desta saga, que continua agradar-me e à qual me mantenho fiel, foi algo diferente.

Desta vez Gena Showalter centrou-se mais no mundo das harpias, o qual é muito competitivo - não percebo como é que ainda não chegaram à extinção se se matam desta maneira e se só têm uma filha ou duas de cada vez.

Como já estava com a pulga atrás da orelha em relação a estes dois, culpa do último livro, a expectativa era grande. Não posso dizer que cumpriu os requisitos, mas também não posso afirmar que me desiludiu.
Sinceramente não estava à espera de tão grande destaque dos jogos das harpias, nem de tantos obstáculos a esta relação. Além disso, apesar deles só se terem entendido sexualmente quase no fim, acho que se entregaram muito rápido ao "gosto de ti e desejo-te muito". Pensei mesmo que Strider se fosse fazer muito mais dificil e não gostei muito de ele ter sido "obrigado" a ir com Kaia e a protegê-la.

Gostei particulamente dos ciúmes de Strider para com Paris, mas a certa altura, de tanta repetição, deixaram de ter sentido e começou a parecer uma desculpa demasiado fraca.

Também esperava que Kaya resisitisse mais e fosse mais forte. Quem a conhece de dar cabo dos humanos e de já ter mais qualidades na luta que o resto não esperava que ela mesmo com mais um poder, sofresse tanto nas mãos de outras harpias, supostamente mais fracas.

Em relação às outras personagens, gostei bastante do contributo dos outros casais, como Bianka e Lysander e de Gwen e Sabin. Gostei particularmente do contributo de Lázaro e ainda mais de Zacharel. Devo dizer que estou curiosissima para saber a história deste anjo, tal como estou para saber de como tudo começou em relação a Gwen e Lysander!

Achei também que Gena conseguiu o seu objectivo com Juliette e até com Tabitha!

De resto e no geral, é um livro cheio de acção e provas fisicas, com muito romance e final feliz. Aqui podemos encontrar excertos da vida de Paris e até de Kane.

Ao princípio, melhor prémio de todos não era o mais desejado!

Strider estava possuído pelo demónio a Derrota e, se perdesse um único desafio, sofria uma dor inimaginável. Para ele, nada podia interpor-se no caminho para a vitória. Até que Kaia, uma harpia encantadora, o tentou e conduziu-o ao limite da rendição. Entre a sua gente, Kaia tinha o cognome de «a Deceção», e devia ganhar a «medalha de ouro» nos Jogos das Harpias ou morrer. Não podia distrair-se com Strider porque ele tinha os seus próprios planos. O imortal queria roubar o primeiro prémio, um artefacto fabricado pelos deuses, antes que o vencedor o levasse. Contudo, à medida que avançava a competição, os dois começaram a desejar unicamente um prémio: o amor que nunca tinham achado possível…





Título Original - The Darkest Surrender
Edição - Setembro 2012
ISBN - 9788468705521




1 comentário:

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!