19 de dezembro de 2012

Primeiras Impressões: "Golias" por Ne


Chegou finalmente um livrinho para poder iniciar esta rubrica.
Golias, o tão esperado final da trilogia Leviatã! Finalmente e graças ao Clube dos Leitores, do Segredo dos Livros. Este livro além de ser o último da trilogia, será também o último do clube que irei receber, por isso acaba por ter um significado duplo para mim.
Se vou ter saudades? Espero que sim, será bom sinal.

A capa:

Na linha de pensamento das duas anteriores, acaba por combinar e não destoar. E assim é que eu gosto, visto que detesto quando as capas, tamanho dos livros ou lombadas mudam drasticamente a meio ou no fim de uma saga.
Keith Thompson apresenta-nos mais uma versão dos protagonistas, desta vez juntos, e insere uns quantos elementos mecânicos.

A sinopse:

O Leviatã é forçado a desviar-se do seu percurso para resgatar Nicola Tesla, o inventor do Golias, uma máquina capaz de destruir cidades, e que ele usa como trunfo para impor a paz. Quando é descoberto um plano secreto alemão para sabotar a máquina, este ameaça dispará-la. Este é o espetacular final da trilogia! Batalhas aéreas emocionantes numa viagem à volta do mundo recheada de perigos e... beijos ousados! 

Já a conhecia, mas esta não me revela o que eu esperava, o que me dá mais uma razão para ler o conteúdo.
Esta não é bem a que está no livro e já me diz mais qualquer coisa sobre a parte romântica da coisa...

Este não é o romance típico, é mais Steampunk, mas como a nossa Dylan tem uma queda forte pelo Alex e acho que aqui se vão entender decidi colocar aqui como Romance Young-Adult.

Dúvidas/expectativas:

Aqui não tenho grandes dúvidas. Sei que Scott Westerfeld não me vai desiludir quanto à parte aventureira da história, mas será que vai fazer o mesmo quanto à relação destes dois jovens?


Alguém já leu esta saga?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dar feedback a um post sabe melhor que morangos com natas e topping de chocolate!