Publicações

A Sair do Forno: ''Não sou um monstro'' de Carme Chaparro saire



Não Sou Um Monstro


Mais um thriller! Desta vez da Planeta e de uma autora espanhola!
Março vai ser um mês bem sangrento eheh 

Em apenas trinta segundos a sua vida pode transformar-se num pesadelo!
Se há alguma coisa pior do que um pesadelo é que esse pesadelo se repita. E entre os nossos piores sonhos, os de todos, poucos causam mais angústia do que uma criança que desaparece sem deixar rasto. É isso o que ocorre no início deste romance: num centro comercial, no meio do bulício de uma tarde de compras, um predador mantém-se à espreita, à coca, escolhendo a presa que está prestes a arrebatar.

Sai em Março!  

A Sair do Forno: '' A Conspiração da Senhora Parrish'' de Liv Constantine


A Conspiração da Senhora Parrish

Uma nova voz em suspense psicológico apresenta-nos esta fascinante trama sobre Amber Patterson, uma mulher fria e manipuladora e um endinheirado “casal de ouro”.
Com surpreendentes reviravoltas e segredos obscuros trata-se de um thriller suculento e aditivo deliciosamente enganoso que cativará os leitores até altas horas da madrugada. Com uma trama tão retorcida e fascinante como a Rapariga no Comboio.

Mais um thriller para Março!  

A Sair do Forno: ''Casa de Espiões'' de Daniel Silva





Mais um livro deste autor. Quem é fã? 

Daniel Silva está de volta com um novo êxito protagonizado por Gabriel Allon, espião lendário, assassino profissional e restaurador de arte.
Quatro meses após o maior ataque que aconteceu em solo americano, desde o 11 de Setembro, os terroristas deixam uma esteira de morte no West End de Londres. O atentado é um feito de planificação e levado a cabo em perfeito segredo. Mas tem uma única falha. Essa ponta solta levará Gabriel Allon ao sul de França, decidido a apanhar o terrorista mais perigoso do mundo, o escorregadio cérebro do ISIS conhecido como Saladino.

Sai dia 1 de  Março! 

A Sair do forno: "Boneca de Trapos" de Daniel Cole


Boneca de Trapos

Mais um suspense a sair para os amantes de policiais.
Este é o primeiro livro do autor britânico e a estreia dele em Portugal vai ser pela mão da  Suma de Letras.
Que acham da sinopse?
Boneca de Trapos é o mais promissor dos thrillers na literatura policial contemporânea.

William Fawkes, um controverso detetive conhecido por "Wolf", acabou de ser reintegrado no seu posto após ter sido suspenso por agressão a um suspeito. Quando um corpo formado pelos membros de seis vítimas, suturados de modo a formar uma marioneta, que ficou conhecida como "Boneca de Trapos", Fawkes tem a certeza que aquele é o grande caso que aguardava.

Sai dia 6 de Março! 

Encontra as Diferenças: "Destino Tentador" e "Iluminada"


Com um (grande) toque de vermelho, preferem mais ou menos zoom?


A Sair do Forno: ''O Tempo das Violetas'' de Sarah Jio





Entre violetas e um diário secreto, o amor pode renascer.
Aos 20 anos, Emily estava nos píncaros. Escritora de sucesso e casada com um homem de capa de revista, o futuro parecia-lhe auspicioso.
Dez anos depois, a sua sorte deu uma reviravolta. Desanimada por um súbito bloqueio criativo e a recuperar de um divórcio, Emily é convidada pela sua tia-avó Bee a passar um mês na idílica ilha de Bainbridge. Talvez o regresso às memórias da sua infância e o poder do mar sejam a cura perfeita para o seu coração partido.
Enquanto procura material para o próximo livro, Emily encontra um diário de 1943 que lhe revela a história trágica de uma das habitantes da ilha. A pouco e pouco, ela percebe que esta história está estranhamente ligada a si e que há um mistério à sua espera para ser desvendado… Um mistério que esperou décadas pela sua chegada.
Um romance sobre amores que resistem ao tempo, ao desgosto e à distância… mesmo quando tudo parece estar perdido.


Sai dia 5 de Março! 

A Sair do Forno: ''Baman: Vigilante Noturno'' de Marie Lu





Antes de ser Batman, ele era Bruce Wayne: um rapaz impetuoso e disposto a tudo por uma rapariga que pode ser o seu pior inimigo.

Os noturnos aterrorizam Gotham City
Alguns milionários da cidade foram assassinados dentro das suas mansões, e as suas fortunas simplesmente desapareceram. Os responsáveis formam uma organização muito bem preparada que diz lutar contra a injustiça e a corrupção dos poderosos. Deles só se conhece o nome, Noturnos.
Bruce Wayne é o próximo da lista
Enquanto isso, Bruce está prestes a fazer dezoito anos e a herdar a fortuna da família, bem como as chaves das Indústrias Wayne e todos os seus fantásticos dispositivos tecnológicos. Mas, na noite do seu aniversário, um ato impulsivo condena-o a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, a infame prisão onde se encontram os piores criminosos da cidade.
Madeleine, uma assassina letal
O prisioneiro mais interessante de Arkham é Madeleine, uma rapariga brilhante com ligações aos Noturnos. Para chegar até eles e evitar ser o próximo alvo, Bruce tem de convencê-la a falar. Mas será que Madeleine confia mesmo em Bruce? Estará ela a divulgar os seus segredos ou a recolher dele a informação de que precisa para destruir Gotham City?

Sai dia 5 de Março!

A Sair do Forno: ''A Rapariga Alemã'' de Armando Lucas Correa




Com o aproximar da guerra, a vida da jovem alemã Hannah Rosenthal mudou.
Em 1939, as ruas de Berlim estão decoradas com bandeiras vermelhas, pretas e brancas. Pelas ruas andam «ogres», vestidos com uniformes castanhos.
O pai de Hannah parece mais diminuído a cada dia. E a sua mãe vive sempre com medo. É quando decidem fugir da Alemanha a bordo do navio St. Louis, com destino a Cuba, que lhes dará asilo.
Cerca de 70 anos depois, em Nova Iorque, Anna Rosen recebe uma encomenda
No dia do seu 12.º aniversário, chegam às mãos de Anna fotografias de família do pai, Louis, um cubano que nunca conheceu. O nome da remetente é Hannah, e o pacote vem de Cuba. Louis morrera nas Torres Gémeas a 11 de setembro de 2001, pouco antes de Anna nascer.
Qual será a relação entre ambas?
Decididas a desvendar os mistérios do homem das suas vidas, Anna e a mãe viajam até Cuba para conhecerem Hannah, que as espera. Conseguirão todas encontrar as respostas que procuram?
De Berlim, nas vésperas da Segunda Guerra Mundial, a Cuba, à beira da Revolução; da Nova Iorque pós-11 de Setembro à Havana da atualidade, esta história real mostra-nos toda a força e determinação de gerações de exilados, ainda e sempre à procura do seu lugar no mundo.

Sai dia 5!

A Sair do Forno: ''Anatomia de um Escândalo'' de Sarah Vaughan





A verdade é um conceito complexo!
James Whitehouse é um bom pai, um marido dedicado e uma figura pública carismática e bem-sucedida. Um dia, é acusado de violação por uma colaboradora próxima. Sophie, a sua esposa, está convencida de que ele é inocente e procura desesperadamente proteger a sua família das mentiras que ameaçam arruinar-lhes a vida.
Será que é sempre interpretada da mesma forma?
Kate Woodcroft é a advogada de acusação. Ela sabe que no tribunal vence quem apresentar os melhores argumentos, e não necessariamente quem é inocente. Ainda assim, está certa de que James é culpado e tudo fará para o condenar.
De que lado estará a verdade?
Será James vítima de um infeliz mal-entendido ou o autor de um sórdido crime? E estará a razão do lado de Sophie ou de Kate? Este escândalo — que irá forçar Sophie a reavaliar o seu casamento e Kate a enfrentar os seus demónios — deixará marcas na vida de todos eles.

Escandaloso dia 5 de Março!

Doce do Momento: "Deception" de Aleatha Romig


A continuar a saga.

Sinopse em breve

Origem: ''Escândalo com o Marquês'' de Tessa Dare


Gostam mais do top em roxo ou laranja? 


38353209Deslumbrante Beleza : Foto de stock

Opinião Contemporânea: ''Procura-se Homem (Sem Compromisso)'' de Melissa Pimentel



Uma opinião curtinha. 
Ainda ando à procura de boas autoras chick-lit tipo Sophie Kinsella mas ainda não encontrei. Melissa Pimentel tem aqui um livro mediano e supostamente biográfico. Lauren saiu da América para Londres e para além de uma nova casa e um novo apartamento, quer arranjar um novo namorado. Depressa vai perceber que não é assim tão fácil como pensava e portanto decide seguir os conselhos de vários livros de auto ajuda e provar se os métodos destes autores são infalíveis ou não.
38337808
A premissa do livro é engraçado e se forem solteiras talvez apreciem mais o livro. Nme é por eu não ser solteira mas nunca acreditei muito neste tipo de livros de ''Como conquistar os homens'' e outros que tais. Também nunca li nenhum mas acho que não há nenhuma forma cientifica tanto para homens como para mulheres porque somos todos diferentes. Depois de saber que o livro misturava ficção e realidade fiquei um bocado confusa sobre o que era ''verdade'' ou não e portanto fiquei com sentimentos confusos em relação a este livro. A partir de um certo ponto o livro também segue um caminho um pouco previsível que me deixou sem grande entusiasmo em continuar a leitura.

O livro até é engraçado devido às situações e encontros que a Lauren tem, especialmente com os pretendentes que arranja (e aqui podemos concordar que há homens bem estranhos!) mas no geral é um livro que lê-se bem mas que não deixa vontade de ler mais desta autora. Pelo menos a mim não me deixou. 
Não sei mesmo mais o que dizer portanto aconselho a leitura se quiserem mesmo algo leve e divertido para ler mas não é livro que propriamente recomende. 


Lauren é americana e está em Londres à procura de aventuras? coloridas. Ela não quer namoros nem anel no dedo, só noites de diversão. Mas porque é que os homens não acreditam?
Para perceber melhor a mente masculina, Lauren transforma a sua vida amorosa numa experiência científica. Assim, decide todos os meses seguir um guia de relacionamentos diferente e cumprir as regras à risca, anotando os brilhantes (ou medonhos) resultados de cada experiência.
No entanto, atrair um homem é mais difícil do que simplesmente deslizar para a direita no Tinder ? principalmente quando a graciosidade não é o seu forte. E é assim que, colocando-se em situações inesperadamente cómicas, Lauren vai descobrir que quem brinca com o fogo, queima-se. 

Chegou à Despensa: "Corpos Perfeitos" de Jane Robins



Não sei porquê este livro chamou-me da bancada. Não foi a capa, certamente. mas depois li a sinopse e rendi-me. Espero render-me também à história.
Tilda e Felix aparentam ser o casal perfeito. São jovens e belos. Ela é uma actriz em ascensão. Ele é rico e especialista em finanças. Mas, por detrás da fachada de harmonia, nem tudo é o que parece... 
Pois Callie, a tímida irmã gémea de Tilda, tem observado o casal de perto. Algo não bate certo. Desde a perda de apetite à decisão de deixar de trabalhar, tem de haver um motivo para os estranhos comportamentos da irmã. Tilda parece definhar, adquiriu hábitos invulgares, esconde seringas na casa de banho, tenta disfarçar nódoas negras... A Callie também não passaram despercebidas as fúrias incontroláveis de Felix. 
Intrigada, Callie recorre à Internet, onde conhece um grupo de apoio a vítimas de maus-tratos. Mas a situação não tarda a descarrilar. Quando uma das suas novas amizades é assassinada, a jovem começa a duvidar de si própria. E, de repente, também Felix aparece morto. Não há indícios de crime, mas esta morte parece demasiado perfeita...
Suspense psicológico no seu melhor, Corpos Perfeitos dá-nos uma nova perspectiva sobre a obsessão, a violência que infligimos aos outros – e a nós próprios – ao mesmo tempo que revela o lado obscuro do amor e a força tremenda dos laços de fraternidade.

Encontra as Diferenças: ''For Love Alone'' e ''O que ela deixou para trás''



Mais umas diferenças para vocês encontrarem.

Chegou à Despensa: "Um Dia Naquele Inverno" de Sveva Modignani


Mais uma aquisição, desta vez para aproveitar a promoção do livro do mês da Bertrand.

Numa grande mansão, às portas de Milão, vivem os Cantoni, proprietários há três gerações da homónima e prestigiada fábrica de torneiras. 
Aparentemente, todos os membros da família levam uma vida transparente, mas, na realidade, todos eles escondem segredos que os marcaram; existem situações que, ainda que conhecidas por todos, permanecem um tema tabu. Omite-se até a loucura de que sofre Bianca, a matriarca desta dinastia. 
Um dia, entra em cena Léonie Tardivaux, uma jovem francesa sem dinheiro e sem parentes, que casa com Guido Cantoni, o único neto de Bianca. Léonie adapta-se bastante bem à rotina familiar, compreendendo a regra de silêncio dos Cantoni. Isso não a impede de ser uma esposa exemplar, uma mãe atenta e uma gerente talentosa, que, com bastante êxito, conduz a firma pelo mar hostil da recessão económica. No entanto, também ela cultiva o seu segredo, aquele que todos os anos, durante apenas um dia, a leva a largar tudo e a refugiar-se no Lago de Como.

Opinião Contemporânea/New Adult/Erótica: "Cunning" de Aleatha Romig



NÃO DÁ PARA PARAR DE LER

Neste volume temos capítulos completamente dedicados ao POV de Adelaide. Sinceramente ainda não percebi o intuito destas páginas, já que a única coisa que retiro é a confirmação da ideia errada que tenho da mãe de Alex. Apesar da infância semelhante, esta tem uma personalidade muito mais fraca que a filha. A autora esmiúça bastante bem a relação desta com Alton, mas já tinha sido bastante claro o que se passava dentro das paredes daquela mansão. O que Aleatha ainda não diz neste segundo volume é o que aconteceu entre Alton e Alex, que é o que queremos mesmo saber e ter confirmado (já que a imaginação já tratou de alinhavar uma ideia geral).
Tal como Traição é um introdução para a família de Alex, Cunning vai introduzir a família, ou o que resta dela, de Nox. Nox aqui vai ser um protagonista muito mais presente, com direito a POVs intercalados com os de Charli e de Adelaide. Gostei bastante da perspectiva dele, porque se só nos mantivéssemos com os da protagonista feminina, este personagem seria um sério caso de bipolaridade, já que o humor dele muda drasticamente. Assim podemos ler o que ele pensa verdadeiramente em certas cenas que tal como Alex também interpretaríamos de maneira errada ou mais negativa. Assim a escritora acaba por proteger um pouco esta personagem masculino, para que a opinião do leitor não seja degradada com atitudes que este tem que ter. Vemos então o outro lado e tudo fica muito mais cristalino e até romântico. Lennox é um cavalheiro apesar de tudo.
Quem vai ter também mais presença vão ser Deolinda e Spencer, que apesar de secundários aparecem em bastante cenas, o que acaba por contribuir para um romance bastante heterogéneo que não se centra apenas e somente no casal principal, mas sim nas histórias paralelas e nos elementos que contribuem para o suspense. Em certo ponto, dei-me conta que já tinha algumas teorias sobre o que de facto se passou nos vários pontos de interrogação que a autora nos vai deixando.
Neste livro vamos ter uma ponta do véu muito mais levantada, mas apenas para o leitor, aumentando assim, desta maneira, a expectativa de como Alex ou Nox vão partilhar, ou não, as suas histórias/segredos. Aleatha Romig vai então introduzir alguns obstáculos para, desta forma, aumentar a confusão e, consequentemente, os nervos das personagens e, claro, os nossos. Com uma escrita muito leve e continuando com os seus pontos fortes, que já referi na opinião de Traição, aqui a leitura também vai ser muito fluída apesar de ter livro um ebook brasileiro com uma péssima tradução.
Aqui encontramos mais um pouco o mundo de BDSM, mas mesmo assim achei bastante pouco. E tal como acontece no primeiro volume, numa das cenas só nos é descrito o pós e não o durante. Para manter o romance mais leve?
Continuou então a ser uma leitura muito agradável, com os seus momentos de maior tensão e outros recheados com mais suspiros e algum picante. Continuo a achar que um pouco mais deste último ingrediente iria favorecer esta saga, mesmo não sendo apoiante de BDSM, mas gostando sim de um bom erotismo à moda antiga.
Venha o próximo...


"Ele é o seu dono. Faça tudo o que ele lhe disser para fazer."Um ano. Sem futuro. Um passado que não vai embora.Lennox "Nox" Demetri quebrou a sua própria regra fazendo um acordo. Pode não ter sido directamente com o diabo, mas isso não significa que o próprio Satanás não está a prestar atenção. Foi o destino que trouxe Charli para a sua vida e a sua cama? O que acontece quando as regras são quebradas e segredos são revelados?
"Novas regras... minhas regras."Alex "Charli" Collins sentiu prazer com Nox como ela nunca tinha conhecido. Isso foi antes dela saber seu sobrenome. Agora que a infidelidade está envolvida e as regras mudaram, o que irá resultar quando a vida real e a fantasia colidirem?
É realmente traição se está a fazer isso para si mesmo?

Doce do Momento: ''You Know me Well'' de Nina LaCour e David Levithan


27158835

Vamos lá continuar com os livros em inglês, que esses também não se vão ler sozinhos. Desta vez um YA bem fininho (250 páginas) para contrastar com o último livro (quase 500). 
Who knows you well? Your best friend? Your boyfriend or girlfriend? A stranger you meet on a crazy night? No one, really?
Mark and Kate have sat next to each other for an entire year, but have never spoken. For whatever reason, their paths outside of class have never crossed.
That is, until Kate spots Mark miles away from home, out in the city for a wild, unexpected night. Kate is lost, having just run away from a chance to finally meet the girl she has been in love with from afar. Mark, meanwhile, is in love with his best friend Ryan, who may or may not feel the same way.
When Kate and Mark meet up, little do they know how important they will become to each other—and how, in a very short time, they will know each other better than any of the people who are supposed to know them more.
Told in alternating points of view by Nina LaCour and David Levithan, You Know Me Well is a story about navigating the joys and heartaches of first love, one truth at a time.

Chegou à Despensa: ''O Prof'' de Vi Keeland






O Professor mais apetecido acabou de chegar!

Adoro a capa, gosto mais desta do que a do ''O Boss''. Gostei muito do livro anterior, portanto espero que esta autora me surpreenda. 

Depois de acabar o que comecei hoje vai ser logo a minha leitura ;) 




Origem: ''Uma verdade simples'' de Jodi Picoult



Com as cores um bocadinho mais apagadas mas achamos que ficou bem à mesma. 



Imagem relacionada

Opinião Contemporânea/New Adult/Erótica: "Traição" de Aleatha Romig


UMA LEITURA MUITO DOCE COM UMA PITADA DE PICANTE

O prometido é devido e por isso peguei neste livro do Na Fila de Fevereiro. Já me tinham avisado que era algo viciante e que não tinha final - tinham toda a razão.
Aqui temos uma mistura de Cinderela rica, com A Rapariga do Calendário, com As Cinquenta Sombras de Grey. Apesar de todos os déjà vús acabei por gostar, principalmente porque este primeiro livro de Aleatha Romig tem toda uma dicotomia de emoções. Num momento estamos derretidas noutro estamos cheias de raiva. Uma bipolaridade de leitura.
Esperava cenas de sexo mais agressivas e em maior quantidade. Não digo que no seguimento não vá acontecer, mas este livro pelo menos centrou-se mais no drama familiar do que na semana de Charli e Nox. Algumas cenas até acabam por ser "saltadas" e ficamos ali de boca aberta a virar a página para ver se alguma folha não ficou colada. Sendo este um romance erótico, neste campo está muito pobrezinho e nem vamos falar na escassez de BDSM, que acho que está em vias de extinção.
Detestei toda a panóplia de personagens de Savanah o que acaba por ser um ponto positivo para Aleatha que soube criar personagens tão detestáveis e em tão grande quantidade. Parece o bairro dos horrores, credo!
Adorei os primos, foi pena terem aparecido no fim, mas foram uma prova que aquela família ainda tem alguém de bem e que se aproveite.
Chelsea é sem dúvida uma óptima personagem secundária que espero que num futuro próximo também tenha a sua história e final feliz. Não contribui muito para a história, mas tem sempre uma presença algo divertida e representativa da amizade.
Gostei dos cenários variados, das descrições  bem resumidas, que estão muito bem distribuídas no meio dos longos textos de reflexão e dos diálogos.
Encontrei alguns erros na tradução, principalmente no inicio, depois embrenhei-me tanto na história que me deve ter passado algo, se de facto existia.
Tal como disse no inicio, não contem com um final. Este livro está feito para ser uma introdução ao passado deste casal e à família de Alexandria/Alex/Charli com i. Conta também como o casal protagonista se conheceu e como o mistério em volta do passado de ambos vai ser uma constante, sendo só levantado o véu aos poucos e à medida e da maneira que a autora quiser.
A questão da escolaridade de Alex acabou por me chatear um pouco visto que é múltiplas vezes referida, mas além de não se notar no discurso nem nas atitudes, parece que não passa daquilo: referências. Espero que no próximo livro já hajam mais desenvolvimentos em relação à faculdade porque prevejo que se assim for tudo se irá tornar ainda mais interessante. Até lá acabo por ver um pouco Alex como uma menina rica, mimada não pelos pais mas pelas mordomias que acaba por ter graças à fortuna, que tem os seus traumas e segredos, e que mal se revoltou ou teve as suas férias acabou por ir para debaixo de outra asa. Acaba por ter sempre imenso apoio, mas parece que com ela é só drama. Espero mesmo que se note mais o seu amadurecimento face às adversidades que ela vai vivendo, se não assemelhar-se-á cada vez mais à sonsa da protagonista d'As Cinquenta Sombras de Grey. Não vou dizer que ela não tem momentos de força, mas são muito pontuais.
De resto, aquele final que não é final é sem dúvida um isco para a primeira página do próximo livro. Tenho que lhe pegar... rapidamente.

Alexandria Collins tem uma semana para viver os seus sonhos. Nascida numa família tradicional, está habituada ao privilégio mas também às amarras que a alta-sociedade impõe aos seus. É por isso que uma semana de férias com a sua melhor amiga é a oportunidade perfeita para ignorar as convenções. Uma tarefa que não é fácil para uma pessoa tão recatada como ela. Então... por que não imaginar que é outra pessoa?Durante essa semana, Alexandria decide transformar-se na aventureira e destemida Alex. Mas ao conhecer o misterioso e sedutor Lennox, acontece o impensável. Quando ele lhe pergunta o nome, ela não diz ser Alexandria ou mesmo Alex. Na presença de Lennox, ela dá por si a ser mais do que aventureira, mais do que destemida: ela é insaciável. E quando lhe diz chamar-se Charli... aquela que seria uma escapadela entre amigas passa a ser uma semana de tórridos prazeres.Lennox Demetri não é homem de hesitações. Deseja Charli assim que a vê. Juntos, fazem um pacto: nada de nomes, nada de compromissos. Uma semana apenas, e nada mais. Charli vai dar-lhe a conhecer cada centímetro do seu corpo... mas o resto guardará para si.Só que as decisões tomadas a coberto da noite ficam sempre expostas com o raiar do dia... e é ao regressar ao lar da família que Alexandria perceberá o verdadeiro significado da palavra traição.

Chegou à Despensa: "Brincar com a Morte" de Simon Scarrow e Lee Francis



Primeiro livro de Simon Scarrow aqui por casa, por isso porque não adquirir o mais recente de todos?
Adoro a capa!


Chegou à Despensa: "Antes de Sermos Vossos" de Lisa Wingate



Este entrou rapidamente na wishlist e posteriormente na estante.
Tenho elevadas expectativas.


Encontra as Diferenças: ''Uma Dama Indomável'' e ''A Little Wager'''




Qual gostam mais?


Chegou à Despensa: "Blasfémia" de Douglas Preston



Outro livro de oferta. Mesmo tendo sido encomendado na editora chegou um pouco "aleijado", mas a capa ainda é daquelas mais finas e por isso a qualidade não é muita, ficando facilmente estragado.
Sempre quis ler algo do Douglas Preston e aproveitei esta oportunidade. Espero gostar.


Doce do Momento: "Cunning" de Aleatha Romig



Não consigo esperar!!
"Ele é o seu dono. Faça tudo o que ele lhe disser para fazer."

Um ano. Sem futuro. Um passado que não vai embora.

Lennox "Nox" Demetri quebrou a sua própria regra fazendo um acordo. Pode não ter sido
directamente com o diabo, mas isso não significa que o próprio Satanás não está a prestar
atenção. Foi o destino que trouxe Charli para a sua vida e a sua cama? O que acontece quando as regras são quebradas e segredos são revelados?

"Novas regras... minhas regras."

Alex "Charli" Collins sentiu prazer com Nox como ela nunca tinha conhecido. Isso foi antes
dela saber seu sobrenome. Agora que a infidelidade está envolvida e as regras mudaram, o
que irá resultar quando a vida real e a fantasia colidirem?

É realmente traição se está a fazer isso para si mesmo?